fbpx
NotíciasCinema

Titane venceu o “Palma de Ouro” 2021 em Cannes

O filme de Julia Ducournau configura o segundo longa metragem dirigido por uma mulher a receber o maior prêmio da noite.

Titane foi o grande vencedor do Palma de Ouro 2021, prêmio mais importante do Festival de Cannes. A cerimonia de entrega ocorreu ontem à noite (17), na cidade de Cannes, na França. A diretora Julia Ducournau foi a segunda mulher da história a receber esse prêmio no evento. Jane Campion foi a primeira cineasta a ganhar o Palma de Ouro, no ano de 1993, com o filme “O piano”. Contudo, Campion ainda dividiu o prêmio com Chen Kaige, diretor de “Adeus, minha concubina”.

Julia Ducournau também dirigiu o polêmico filme “Raw”, que narrou uma história sobre canibalismo e chocou o público em sua estreia no Festival de Cannes em 2016.

Revelação antes da hora

O cineasta Spike Lee era o presidente do jurí em Cannes este ano, porém o diretor acabou se apressando no momento e revelou que Titane havia ganhado o principal prêmio da noite antes da hora. No começo do evento, Lee teria sido questionado sobre qual seria o primeiro prêmio a ser anunciado. Mas o cineasta entendeu que estariam perguntando qual era o “primeiro lugar” e logo disse “O filme que venceu a Palma de Ouro foi Titane”. Embora os jurados presentes tentassem disfarçar, Lee já havia sido claro ao anunciar, precocemente, o vencedor do prêmio mais aguardado do festival, que é revelado apenas ao final da noite.

Sinopse Titane

O filme dirigido por Ducournau é um suspense que conta a história de uma mulher que após sofrer um acidente de carro tem uma placa de titânio colocada em sua cabeça. Com isso, ela se torna uma assassina e começa a ter uma atração sexual por carros. Confira o trailer abaixo:

Fonte: Splash Uol.

Advertisement

About author
Estudante de jornalismo, apaixonada pelo cinema e defensora das produções nacionais. Experiência em produção de conteúdo e análise de SEO.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Paramount Pictures adia estreia de Clifford por tempo indeterminado

    1 Mins read
    A decisão se deu por conta da nova onda de COVID-19 que atinge o planeta. Segundo informações do Deadline, a estreia do…
    CríticasCinema

    Crítica | Tempo - Mais uma obra inovadora de Shyamalan

    3 Mins read
    M. Night Shyamalan está de volta às telonas com mais um filme bizarro e inovador, fruto de algo que poderia sair apenas de sua mente. Tempo nos brinda com uma ótima direção e sinceridade do diretor em se manter fiel ao seu histórico.
    NotíciasCinema

    Cruella | Depois de Scarlett Johansson, Emma Stone pode processar a Disney pelo mesmo motivo

    1 Mins read
    “Cruella” teve a mesma estratégia de lançamento que “Viúva Negra”: cinemas e streaming.