fbpx
NotíciasCinema

Space Jam 2 | Cena cortada tinha atriz brasileira dando tapa em personagem que incentiva o estupro

Pepe Le Pew, o cartoon francês gambá cujas atenções amorosas perseguiram gerações de mulheres, foi alvo do New York Times.

Pepé Le Pew, criado pela Warner Bros. Entertainment para o universo Looney Tunes, de nacionalidade francesa, tem como características o seu mau cheiro peculiar e seu romantismo exacerbado, com isso a Warner não usará mais o personagem em novos projetos.

A cena dele que foi cortada pelo diretor Malcolm D. Lee mostraria o personagem “sendo punido” por assediar uma mulher.

A modelo e cantora brasileira Greice Santo estava na cena, de acordo com declaração de seus representantes para o Deadline.

Na cena, Pepe apareceria como um bartender de um café, que começava a flertar com Greice e a dar beijos em seu braço sem pedir permissão.

Advertisement

Ela se afastava imediatamente e dava um tapa em Pepe, que ficava girando em seu banquinho de bar.

Fonte: UOL

Confira também: Warner não usará mais personagem de Looney Tunes, pois ele incentiva o estupro

About author
Amante do cinema em geral, grande fã de James Bond, e estudante.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Alerta Vermelho | Filme ganha data de estreia nos cinemas brasileiros

    1 Mins read
    O longa, original Netflix, vai estrear em novembro deste ano.  O novo filme “Alerta Vermelho” vai chegar aos cinemas brasileiros dia 4…
    CríticasCinema

    Crítica | Ron Bugado - Uma mensagem necessária no momento certo

    4 Mins read
    Ron Bugado conta a história do jovem Barney, um menino de onze anos que tem dificuldade de fazer novos amigos, e seu companheiro Ron, uma inteligência artificial de alta tecnologia que anda, fala e é o “melhor amigo fora da caixa” de Barney. Mas quando Ron começa a ter seu funcionamento comprometido, os dois saem em uma aventura repleta de ação, onde a amizade entre os dois se mostra verdadeira.
    CríticasCinema

    Crítica | Duna - Um grande épico em um ano razoável

    4 Mins read
    Com a retomada dos cinemas em meio a uma pandemia global, estreias sem muito peso e outras decepcionantes, Duna se consagra como o grande épico de 2021, com grandes chances de deixar filmes com maior apelo popular para trás nas bilheterias.