fbpx
NotíciasCinema

Rupert Grint diz que 10 anos de Harry Potter foi sufocante

Rupert Grint diz que passar dez anos nos filmes de Harry Potter foi sufocante. O ator inglês interpretou o melhor amigo de Harry Potter, Ron Weasley, em todas as oito adaptações dos livros amados de Rowling.

Embora tenha se passado uma década desde Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, o legado continua vivo.

Grint, Daniel Radcliffe, Emma Watson e todos os principais atores infantis aprenderam as regras com o tempo. Na verdade, Grint disse a Dax Shepard em seu podcast Armchair Expert que chegou a um ponto em que trabalhar nos filmes consumia muito:

Definitivamente houve um momento em que parecia bastante sufocante. Era difícil ir todos os dias por dez anos no final … Foi uma ótima experiência, um ambiente familiar tão bom. Era um ótimo lugar para se estar, mas às vezes definitivamente me senti como, ‘Eu quero fazer outra coisa’, ver o que mais está lá fora. “

Fonte: UOL

Advertisement

Confira também: Após cancelamento de Pepe le Gambá, Miss Piggy tem mesmo destino por assédio sexual contra Kermit

About author
Amante do cinema em geral, grande fã de James Bond, e estudante.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Alerta Vermelho | Filme ganha data de estreia nos cinemas brasileiros

    1 Mins read
    O longa, original Netflix, vai estrear em novembro deste ano.  O novo filme “Alerta Vermelho” vai chegar aos cinemas brasileiros dia 4…
    CríticasCinema

    Crítica | Ron Bugado - Uma mensagem necessária no momento certo

    4 Mins read
    Ron Bugado conta a história do jovem Barney, um menino de onze anos que tem dificuldade de fazer novos amigos, e seu companheiro Ron, uma inteligência artificial de alta tecnologia que anda, fala e é o “melhor amigo fora da caixa” de Barney. Mas quando Ron começa a ter seu funcionamento comprometido, os dois saem em uma aventura repleta de ação, onde a amizade entre os dois se mostra verdadeira.
    CríticasCinema

    Crítica | Duna - Um grande épico em um ano razoável

    4 Mins read
    Com a retomada dos cinemas em meio a uma pandemia global, estreias sem muito peso e outras decepcionantes, Duna se consagra como o grande épico de 2021, com grandes chances de deixar filmes com maior apelo popular para trás nas bilheterias.