fbpx
NotíciasSéries

Ruby Rose denuncia ambiente hostil no set de Batwoman

A atriz usou seu Instagram para explicar aos fãs o motivo de ter saído da série da CW. 

A atriz Ruby Rose usou sua conta no Instagram hoje (20) para relatar os motivos pelos quais deixou o set da série “Batwoman”, da CW, após apenas uma temporada. Rose contou que o ambiente de gravações era hostil e os produtores tinham condutas inapropriadas e antiprofissionais. Segundo a artista, que interpreta Kate Kane, abusos físicos e sexuais fizeram parte de sua rotina durante o tempo em que fez parte da produção. Suas maiores denúncias foram direcionadas a Peter Roth, produtor da série.  

Ambiente hostil | Ruby Rose

A atriz revelou que o ambiente de trabalho era assustador, Ruby Rose relatou que foi obrigada a retornar às gravações apenas 10 dias depois de ter sofrido um acidente e passado por cirurgia. 

Outros funcionários também sofreram com a falta de sensibilidade dos produtores. “Um membro da tripulação sofreu queimaduras de 3º grau em todo o seu corpo, e não recebemos terapia depois de testemunhar sua pele cair do rosto, mas eu fui a única que mandou flores e cartões”, revelou a atriz. Além disso, dois dublês morreram e uma mulher ficou tetraplégica no set. 

Ruby Rose foi proibida pela produção de comparecer à San Diego Comic-Con para promover “Batwoman” e teve de gravar um vídeo justificando sua ausência. A atriz ainda recebeu ordens para “cobrir suas cicatrizes” na gravação para não revelar os acidentes ao público.

Abuso sexual | Ruby Rose

A intérprete de Kate Kane contou ao público que, além da negligência dentro do set, as funcionárias sofriam assédio sexual nas gravações. O produtor Peter Roth teria pedido que elas passassem suas calças à vapor enquanto ele ainda as vestia, o que obrigava as funcionárias a tocá-lo “perto da região da virilha”

Advertisement

COVID-19

A atriz relatou que a showrunner da série, Caroline Dries, insistiu para que as gravações de “Batwoman” continuassem mesmo nos estágios iniciais da pandemia de COVID-19.  Nesse momento, a maior parte das produções, incluindo séries da DC, haviam paralisado as filmagens para evitar o contágio da doença. 

Por fim, a atriz fez um apelo aos seus fãs: “Então, para encerrar, por favor, meus queridos fãs, parem de perguntar se eu voltarei para aquele show horrível. Eu não voltaria por nenhuma quantia de dinheiro, nem se uma arma fosse colocada na minha cabeça. Não fui eu que desisti, eles arruinaram Kate Kane e destruíram a mulher-morcego, não eu. Eu segui as ordens e, se eu quisesse ficar, teria que abrir mão dos meus direitos”. A CW não se pronunciou, até o momento, sobre o caso. 

Fonte: CBR

About author
Estudante de jornalismo, apaixonada pelo cinema e defensora das produções nacionais. Experiência em produção de conteúdo e análise de SEO.
Articles
Relacionados:
NotíciasCinema

MUBI | Streaming revela as principais estreias do mês de maio; confira!

3 Mins read
Foco em Cannes e especiais dedicados a Joachim Trier e Joseph Losey; a estreia do filme de Kiyoshi Kurosawa, A Mulher de um Espião, e o lançamento exclusivo de Great Freedom
NotíciasSéries

La Casa de Papel: Coreia | Remake ganha data de estreia e teaser

1 Mins read
Remake de La Casa de Papel chega em 24 de junho na Netflix. O remake coreano da famosa série La Casa de…
NotíciasCinema

Avatar 2 | Filme ganha título e data de estreia

1 Mins read
Durante a CinemaCon, a Disney revelou o título e a data de estreia de Avatar 2. O filme se chamará Avatar: The Way of Water (em tradução livre, “O Caminho da Água”) e chegará nos cinemas em 16 de dezembro (um ano e meio após a sua primeira data prevista).