fbpx
Curiosidades

Mel Gibson bate continência para Trump e é criticado nas redes sociais

O ator Mel Gibson está no centro das atenções nas redes sociais nos últimos dias, entretanto, não é nada que tenha relação com seu trabalho na indústria cinematográfica e sim com questões pessoais, que inclusive envolvem o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Tudo começou em um evento do UFC em Las Vegas em que Trump foi assistir uma luta, na chegada houveram gritos a favor e contra o ex-presidente, Mel Gibson que também estava prestigiando a luta, prestou continência para Trump e foi flagrado por algumas câmeras durante o momento. Foi o suficiente para explodir uma polarização de opiniões sobre o assunto nas redes sociais.

Embora esteja com baixíssima qualidade, em um frame do vídeo é possível ver o momento que o ator foi capturado realizando a saudação.

Mel Gibson bate continência para Trump e é criticado nas redes sociais
Mel Gibson | Divulgação Twitter

Entre as diversas críticas que recebeu, o jornalista americano David Leavitt escreveu em seu Twitter: “Não estou surpreso em ver Mel Gibson saudando Trump. Os nazistas têm um histórico de saudação a outros nazistas”.

Mel Gibson tem um longe histórico de polêmicas em sua vida pessoal, o ator que manteve durante o mandato de Trump uma relação próxima com grupos de ultra direita, já foi acusado de emitir opiniões homofóbicas e anti-semitas pela atriz Winona Ryder. Durante uma entrevista para um jornal, a atriz revelou: “Estávamos em uma festa lotada com um de meus bons amigos, e Mel Gibson estava fumando um charuto, e estávamos todos conversando e ele disse ao meu amigo, que é gay: ‘Oh, espere, vou pegar Aids? ‘ E então surgiu algo sobre os judeus, e ele disse: ‘Você não é um “oven dodger” [trapaceira do forno], é?’”. Após ser flagrado dirigindo alcoolizado em 2006, o ator admitiu ter feito os comentários.

Advertisement

Entre as recentes polêmicas, que tem se destacado em sua vida, está o famoso caso de uma empresa chilena produtora de mel que batizou seu produto de “Miel Gibson” e utilizava a imagem do ator no filme “Coração Valente”(1995), com o crescimento da marca, os profissionais que cuidam dos direitos de imagem do ator processaram a empresa para retirada do nome. Após um acordo, a imagem de Mel Gibson foi retirada, mas o nome do produto foi mantido o mesmo.

Nascido em Nova York, o ator de 65 anos desacelerou a carreira nos últimos anos e não tem realizado tantas produções como em seus tempos de maior destaque. Em 2020, estrelou o longa-metragem “Entre Armas e Brinquedos”, que foi recebido pela crítica e pelo público como um filme mediano, bem distante de produções clássicas que o consagraram como o próprio Coração Valente, Mad Max 2, A Paixão de Cristo e Até o Último Homem.

Leia mais: Nicolas Cage diz qual de seus filmes não tem coragem de ver (portalcinerama.com.br)

Fonte: Terra

Advertisement

About author
Paulista, 23 anos, bacharel em Cinema e Audiovisual e estudante de Publicidade.
Articles
Relacionados:
Curiosidades

Crítica | Thor: Amor e Trovão - O humor Taika em mais um filme isolado na fase 4 do UCM

3 Mins read
Thor: Amor e Trovão é mais um filme do Deus do Trovão comandado por Taika Waititi que segue a fórmula de sucesso de “Ragnarok”, com um humor pastelão mas que não agrega muito ao coletivo de um universo cinematográfico.
Curiosidades

Samuel L jackson diz que não sente falta de um Oscar em sua carreira

2 Mins read
Em entrevista ao Los Angeles Times, o ator Samuel L. Jackson (Pulp Fiction, Os Vingadores) afirmou que não se importa com a falta de um Oscar em sua carreira, pois o ator assumiu que prefere participar de grandes blockbusters e sucessos de bilheteria (como Os Vingadores) no lugar do prêmio. Confira um trecho da entrevista:
Curiosidades

Top Gun: Maverick | Filme deve ser tornar a maior estreia da carreira de Tom Cruise

1 Mins read
A expectativa é que a sequência de Top Gun: Ases Indomáveis (1986) arrecade US$ 180 milhões em sua estreia. Segundo o Deadline,…