fbpx
Games

Marvel’s Spider-Man 2 | Expectativas e previsões para o jogo

 Marvel’s Spider-Man 2 foi anunciado há pouco mais de um mês para PlayStation 5. Após o sucesso do primeiro jogo, lançado em 2018, seria difícil não imaginar uma continuação — até mesmo pela importante cena pós-créditos. Um novo aceno para a sequência foi feito no standalone Marvel’s Spider-Man: Miles Morales, até que a Sony revelou que sim, teremos um novo jogo completo do cabeça de teia — agendado para 2023. Confira a seguir algumas previsões do que podemos esperar no título:

Peter e Miles juntos

O trailer de anúncio de Marvel’s Spider-Man 2 deixa claro que teremos Peter Parker e Miles Morales trabalhando em conjunto. É de se pensar se a história seguirá abordando principalmente a vida de Peter ou se os dois personagens terão equivalência no enredo a ser contado. A possibilidade de jogar com os dois aracnídeos tem muitas implicações que podem ser exploradas. Exemplo: Peter pode solicitar a ajuda de Miles ou vice-versa no combate a um crime. Além disso, pode ser realizada uma troca de personagens dinâmica, aos moldes do que ocorre em GTA V.

Leia também: The Last Of Us | Vídeo divulgado mostra os bastidores da série, assista!

Vilões, muitos vilões

No primeiro jogo, nos deparamos com o Sexteto Sinistro, este comandado por uma excelente encarnação do Doutor Octopus. Marvel’s Spider-Man também tratou de nos informar em suas inúmeras referências que Peter enfrentou vários outros adversários em seus anos de atividade. O Homem-Areia, por exemplo, está preso dentro de uma espécie de frasco. O Camaleão, mestre do disfarce, também é mencionado. Há o Mistério, que surge na forma de um estudante fantasiado em uma festa. Temos também o Enxame, aparecendo nas HQs que servem como prequela do jogo.

Um inimigo que pode dar as caras é o Dr. Curt Connors, o Lagarto. Ele já lutou contra o Homem-Aranha do jogo fora de tela, mas aparentemente voltou à forma humana e trabalha com a Oscorp, como evidenciado no final de Miles Morales. Podemos ter também o Dr. Mendel Stromm, o Mestre dos Robôs. Stromm existe no universo do primeiro jogo, sendo um importante cientista a serviço de Norman Osborn — mas que não chega a participar da trama.

Advertisement

Um grande personagem que passar para o time inimigo, ao menos em um primeiro momento, é Yuri Watanabe que, como visto nos eventos da DLC Cidade que Nunca Dorme, saiu da polícia para matar criminosos. Nos quadrinhos, ela se tornou uma vigilante. Seria este o caminho a ser tomado na história dos jogos? É provável que Marvel’s Spider-Man 2 feche esta ponta solta. Talvez tenhamos uma DLC inteira para apresentar o que aconteceu com Yuri?

Imagem: Divulgação/Sony

E antagonistas confirmados?

O primeiro grande vilão de Marvel’s Spider-Man 2 provavelmente é Kraven, o Caçador. O icônico antagonista está presente há décadas nos quadrinhos e é ligado ao Camaleão, do qual é meio-irmão mais velho. No trailer do novo jogo, vemos uma voz que parece pertencer ao personagem, uma vez que fala a respeito de buscar um rival que pudesse superá-lo. É uma característica de Kraven, que possui toda uma filosofia voltada à caça de suas presas. Isto o levou, por exemplo, a surgir como principal adversário em uma das mais famosas histórias do Homem-Aranha, “A Última Caçada de Kraven”. É de se pensar que, talvez, ele ocupe o lugar do Treinador e da Screwball, que surgiram no primeiro jogo impondo desafios específicos a serem vencidos pelo Homem-Aranha.

Mas há outro vilão que definitivamente está presente no trailer, o que nos leva a uma importante questão.

O simbionte…

A famosa roupa alienígena aparece nas cenas pós-créditos dos jogos, estando junto de Harry Osborn — o qual, como sabemos, está doente e escondido dentro da casa de seu pai, Norman. O trailer de Marvel’s Spider-Man 2 atiçou os fãs ao mostrar Venom, mas qual seria o caminho até que o vilão fizesse sua estreia no universo da Insomniac?

Faz sentido pensar que, em algum momento, o simbionte irá ser usado ou por Peter ou por Miles. Além de ser uma boa implementação ao enredo, explorando as consequências do uso do traje, é uma ótima oportunidade para que sejam adicionadas skins. A trama poderia girar entorno do simbionte ser usado em um momento de necessidade dos heróis — o que depois geraria um conflito entre eles. Mas, tratando-se de seu outro hospedeiro…

Advertisement

Eddie Brock

O mais conhecido usuário dos simbiontes, fora Peter, existe nos jogos — ainda que não participe da trama. Seu nome está presente no cartão que o herói recebe dos membros do Clarim Diário após sair do jornal, um dos colecionáveis obtiveis de Marvel’s Spider-Man. Eddie Brock parece ter uma relação amistosa com Peter, uma vez que a mensagem que ele deixa é positiva e o aracnídeo não faz ressalvas por nenhum integrante do jornal — além de J. J. Jameson. Não parece haver um motivo para Brock assumir um papel vilanesco nesse segundo capítulo, o que nos leva a outra opção.

Harry Osborn

O filho de Norman Osborn tem boas chances de ser o Venom deste universo, embora as interações dele com o simbionte em outras mídias tenham sido limitadas (tendo lugar na série animada Ultimate Spider-Man, por exemplo).

Imagem: Divulgação/Sony

Harry se tornar Venom parece um caminho natural dentro de um universo que já tomou várias liberdades criativas — e que deram muito certo. Além de manter a coerência dentro do que está sendo estruturado até agora, há a oportunidade de se desenvolver um enorme arco emocional dada a amizade entre ele, Peter e Mary Jane. Isso é algo que sempre é referenciado no primeiro jogo e podemos presumir que com certeza não é por acaso. Se o final de Marvel’s Spider-Man foi triste, o de sua sequência promete ser ainda mais devastador.

Roteiro bem trabalhado

Uma das marcas dos dois jogos anteriores é o cuidado com o enredo, equilibrando o tom sério com momentos de descontração. Para 2023, o esperado é que tenhamos um roteiro mais sombrio, como alegado por Bill Rosemann, Vice-Presidente Criativo da Marvel Games. Espera-se que o alto nível na escrita dos personagens, tanto principais quanto secundários, mantenha-se e possa trazer um prato cheio para os amantes de uma boa história.

Refinamento da gameplay

Já falamos que os desafios dentro do jogo poderiam ser assumidos por Kraven, o Caçador. Mas também há diversos refinamentos de jogabilidade que seriam interessantes. Um exemplo são as acrobacias aéreas, melhoradas em Marvel’s Spider-Man: Miles Morales. É muito provável que tenhamos novas animações e mais fluidez nas travessias.

Advertisement

Outro aspecto que pode ser aperfeiçoado é o combate em geral. No primeiro jogo, ele tornava-se repetitivo em razoavelmente pouco tempo. Para Marvel’s Spider-Man 2, podemos ter novas finalizações, uma cooperação entre Peter e Miles e também crimes e adversários mais criativos. Vale destacar que o stealth obteve uma grande melhora no standalone de Miles, mas também pode ser incrementado.

Visual (ainda) mais exuberante e mundo aberto mais amplo

 Miles Morales explorou o ray-tracing (disponível também no remaster do primeiro jogo). Marvel’s Spider-Man 2 tem tudo para apresentar uma Nova York majestosa, com mais atenção a detalhes corriqueiros e NPCs mais atuantes. Dado o que temos de informação dos jogos anteriores, é possível que não fiquemos restritos a Manhattan e possamos balançar por lugares como o Queens, também.

J.J. Jameson

O mentiroso podcast “Apenas os Fatos”, comandado pelo ex-chefe do Clarim Diário, fez sucesso no primeiro jogo e tem tudo para retornar, trazendo uma bem-vinda pitada de humor. É de se pensar também que Jameson pode ter uma participação mais ativa após seu cameo em Miles Morales. Bônus: seria legal trazer Mauro Ramos para dublar novamente o personagem. Sua ausência no standalone foi sentida por muitos dos fãs.

Marvel’s Spider-Man 2 tem a promessa de ampliar e refinar tudo o que a Insomniac nos mostrou antes em sua representação do cabeça de teia. Com o hardware de nova geração, é de se imaginar que teremos uma obra maior e melhor. 2023 é logo ali!

E você, quais são suas expectativas a respeito do novo jogo do cabeça de teia? Veja o trailer abaixo:

Advertisement

About author
22 anos de muito amor às letras. Estudante de direito e fã das Crônicas de Gelo e Fogo nas horas vagas.
Articles
Relacionados:
CuriosidadesGames

Red Dead Redemption 2 e a maldita redenção

2 Mins read
Poucos jogos são perfeitos, ainda mais com tantos vícios e modelos já tão explorados pelos desenvolvedores e empresas. Após entregar um trabalho…
GamesSéries

Pokémon Legends: Arceus | Game ganhará adaptação em anime em 2022

1 Mins read
Pokémon Legends: Arceus se passa se passa no passado, em uma versão feudal da região de Sinnoh Neste domingo (27 de fevereiro)…
GamesNotícias

Pokémon Scarlet e Violet | Novos games da franquia anunciados para 2022

1 Mins read
Novos games de Pokémon trazem uma nova geração, confira o trailer Hoje (27 de fevereiro) durante a transmissão Pokémon Presents foram anunciados…