fbpx
NotíciasCinema

Justiça nega apelação de Johnny Depp e nomeia ele um ‘espancador de esposa’

Johnny Depp não terá seu dia no tribunal (de novo). O ator teve negado um recurso em seu caso de difamação de alto perfil no Reino Unido com o editor do The Sun News Group Newspapers.

Depp estava procurando anular uma decisão na qual o juiz Andrew Niccol determinou que o tablóide era justo ao chamá-lo de “espancador de esposas”, com o veredicto afirmando que a acusação era “substancialmente verdadeira” em relação ao seu relacionamento com a ex-esposa Amber Heard .

Essa decisão foi agora confirmada pelo Tribunal de Recurso do Reino Unido. Este é um golpe significativo para Depp. Após o julgamento inicial, ele foi retirado da franquia Animais Fantásticos da Warner Bros e substituído por Mads Mikkelsen.

Agora ele está manchado já que foi nomeado um ‘espancador de esposa’ antes de seu julgamento por difamação de sucesso contra Heard nos EUA no próximo ano.

A decisão veio depois de três semanas de audiências nas quais o tribunal ouviu acusações e contra-acusações impactantes de Depp e Heard.

Advertisement

Fonte: G1

Confira também: Coyote dos Looney Tunes é cancelado por perseguição e violência contra Papa-Léguas

About author
Amante do cinema em geral, grande fã de James Bond, e estudante.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Paramount Pictures adia estreia de Clifford por tempo indeterminado

    1 Mins read
    A decisão se deu por conta da nova onda de COVID-19 que atinge o planeta. Segundo informações do Deadline, a estreia do…
    CríticasCinema

    Crítica | Tempo - Mais uma obra inovadora de Shyamalan

    3 Mins read
    M. Night Shyamalan está de volta às telonas com mais um filme bizarro e inovador, fruto de algo que poderia sair apenas de sua mente. Tempo nos brinda com uma ótima direção e sinceridade do diretor em se manter fiel ao seu histórico.
    NotíciasCinema

    Cruella | Depois de Scarlett Johansson, Emma Stone pode processar a Disney pelo mesmo motivo

    1 Mins read
    “Cruella” teve a mesma estratégia de lançamento que “Viúva Negra”: cinemas e streaming.