fbpx
NotíciasCinema

Juíza arquiva processo de danos morais feito por grupo cristão contra Porta dos Fundos

O processo feito pelo grupo cristão Templo Planeta do Senhor contra o Porta dos Fundos e a Netflix foi arquivado.

Foi pedido uma indenização de R$ 1 bilhão da produtora de humor pelo especial de Natal de 2018.

A obra de ficção humorística retrata Jesus como homossexual e foi alvo de críticas de setores religiosos da sociedade, que consideraram desonrosa a associação de Cristo com a comunidade LGBTQ+

A indenização por danos morais foi feita, pois, o grupo se sentiu ofendido pelo especial retratar Jesus Cristo como homossexual.

Segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o recurso do grupo foi negado em segunda instância. Na última quinta-feira foi encaminhado para a Central de Arquivamento, por ordem da juíza Eunice Haddad.

Advertisement

Fonte: F5

Confira também: Space Jam 2 terá versão empoderada e menos sexualizada de Lola Bunny; Confira

About author
Amante do cinema em geral, grande fã de James Bond, e estudante.
Articles
    Relacionados:
    Notícias

    Drake Bell assina confissão de culpa em caso de crime com menor de idade

    1 Mins read
    O ator famoso por interpretar o personagem Drake em Drake & Josh havia sido acusado de tentativa de pedofilia e de colocar…
    Notícias

    Fã viraliza nas redes sociais após pedir para Quentin Tarantino assinar o seu pé

    1 Mins read
    Em vídeo gravado para a rede social Tik Tok, uma jovem fã solicitou um pedido inusitado para o diretor Quentin Tarantino. É…
    NotíciasSéries

    Elizabeth Olsen relembra quando foi rejeitada para papel importante em Game of Thrones

    1 Mins read
    Estrela de Wandavision e membra dos Vingadores no Universo Marvel, Elizabeth Olsen, a ‘Feiticeira Escarlate’ relembrou mais uma vez sobre audição para…