fbpx
CuriosidadesCinemaNotícias

Dia do Cinema Nacional: Cinco vezes em que o Brasil foi injustiçado no Oscar

Nesse 19 de junho, data oficial do Dia do Cinema Nacional, relembre as vezes em que o Brasil foi esnobado pela Academia americana injustamente.

No dia 19 de junho de 1898, as primeiras imagens em movimento em solo nacional foram captadas pelo ítalo-brasileiro Afonso Segreto. Afonso estava a bordo de um navio e gravou imagens da sua chegada à Baía da Guanabara.  Mesmo que exista discordâncias históricas em relação a esse momento ser o primeiro acontecimento do cinema nacional, a data ficou marcada para a história, sendo futuramente homenageada no que hoje conhecemos como o Dia do Cinema Nacional.

Para comemorar esse momento tão importante para a cultura brasileira, trazemos aqui algumas das maiores feridas dos brasileiros em solo internacional. Mesmo que premiado mundo a fora em diversos festivais, o Brasil nunca conseguiu ganhar uma estatueta do Oscar para o território nacional. Porém, o que mais parece incomodar é que já chegamos muito perto do feito, e pra ser sincero, em algumas situações a vitória seria mais do que merecida.

Relembrando tais injustiças, veremos abaixo alguns dos filmes de maior importância nacional e que foram esnobados na premiação:

Central do Brasil | Globo Filmes

CENTRAL DO BRASIL COMO MELHOR FILME ESTRANGEIRO:

O ano de 1999 foi um dos mais conturbados da história da Academia. Shakespeare Apaixonado derrubando O Resgate do Soldado Ryan como melhor filme, O Show de Truman perdendo melhor roteiro original, Edward Norton derrotado por Roberto Benigni como melhor ator… A edição foi considerada por muitos fãs de cinema como um verdadeiro ”show de equívocos”. Um deles, para nós brasileiros, é o fato de ”Central do Brasil” ter sido derrotado pelo italiano ”A Vida é Bela”. Não que o filme de Benigni não seja bom, mas convenhamos, Central do Brasil, que havia recebido o Urso de Ouro de melhor filme em Berlim, merecia ter saído vitorioso.

CIDADE DE DEUS EM DIVERSAS CATEGORIAS:

O longa-metragem dirigido por Fernando Meirelles é um dos mais queridos filmes nacionais do século XXI. Aclamado pela crítica no Festival de Cannes e grande sucesso pelo mundo todo, o filme chegou até mesmo a sair vitorioso no BAFTA, conquistando o prêmio de melhor edição. O maior empecilho do filme, porém, foi que devido o lançamento nos cinemas americanos ter um ano de atraso em relação a quando podia ser inscrito como filme estrangeiro, o filme passou completamente despercebido em 2003. Em 2004, após lançamento em solo americano, a academia tentou corrigir o seu erro indicando o filme a quatro categorias: melhor direção, roteiro adaptado, edição e fotografia. O azar foi ter concorrido justamente no ano em que O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei conseguiu o feito de levar onze estatuetas para a casa, frustrando o sonho dos brasileiros.

Advertisement
O Pagador de Promessas | Cinedistri

O PAGADOR DE PROMESSAS COMO MELHOR FILME ESTRANGEIRO:

O único filme latino-americano que já conquistou a Palma de Ouro, prêmio máximo do Festival de Cannes, o filme de Anselmo Duarte é até hoje cultuado mundo a fora como um clássico do cinema. Um verdadeiro marco do cinema nacional, o filme foi completamente esnobado pela academia, que preferiu o francês ”Sempre aos Domingos” de Serge Bourguignon. Hoje em dia, porém, a história mostrou o equívoco cometido pela academia: enquanto o filme brasileiro é um dos clássicos mais importantes do continente, o filme francês caiu em relativo esquecimento, raramente sendo lembrado.

A Vida Invisível | VITRINE Filmes

A VIDA INVISÍVEL INDICADO A MELHOR FILME INTERNACIONAL:

O ano de 2020 foi realmente único para o cinema internacional. Com a mudança do nome da categoria de ”filme estrangeiro” para ”filme internacional”, Parasita fez história conquistando o primeiro Oscar de melhor filme de um filme não falado em língua inglesa. No mesmo ano, houve uma disputa interna no Brasil para a escolha do representante nacional na competição, entre dois filmes que foram vencedores em Cannes: A Vida Invisível de Karim  Aïnouz, e Bacurau de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. O escolhido foi o longa-metragem do diretor cearense, que mesmo sendo elogiado internacionalmente, perdeu a ultima indicação da categoria para filmes como o polonês Corpus Chtisti, que gozou de muito menos prestígio.

Dia do Cinema Nacional: Cinco vezes que o Brasil foi injustiçado no Oscar
Central do Brasil | Globo Filmes

FERNANDA MONTENEGRO COMO MELHOR ATRIZ POR CENTRAL DO BRASIL:

Não importa quanto tempo passe, o brasileiro nunca irá aceitar a derrota de Fernanda Montenegro por Central do Brasil para Gwyneth Paltrow por Shakespeare Apaixonado. Se os próprios americanos tem muito a reclamar da premiação de 1999, os brasileiros jamais irão se esquecer deste acontecimento em específico. Vencedora do Urso de Prata de melhor atriz, a brasileira era cotada para ser a primeira atriz latina-americana a ganhar um Oscar de melhor atuação, mas teve suas expectativas frustradas pela vitória de Paltrow. A situação foi tão absurda que até mesmo Glenn Close, recentemente, lembrou a situação ao justificar que ”O Oscar pode ser muitas vezes injusto”.

Ao longo dessa lista foram separados apenas cinco dos inúmeros filmes brasileiros de grande qualidade que aqui poderiam estar. O dia 19 de junho também é dia de percebermos o quão querido nosso cinema é internacionalmente, e a importância deste para o nosso continente. Muito mais do que uma estatueta dourada, o nosso cinema já é possuidor de muita riqueza cultural para o nosso povo.

Advertisement

About author
Apaixonado por cinema e pela cultura geek, graduando de Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal de Pelotas. Realizo entrevistas, participo de podcasts e escrevo sobre cinema de vez em quando.
Articles
    Relacionados:
    Curiosidades

    Round 6 | Grupo de Pagode Coreano canta música do Péricles em vídeo promocional, confira

    1 Mins read
    Sucesso no mundo todo, “Round 6” continua sendo assunto nas redes sociais. E para fomentar esse burburinho, a Netflix Brasil postou um vídeo para reforçar a série na mente dos fãs.
    NotíciasCinema

    The Last Of Us | Vídeo divulgado mostra os bastidores da série, assista!

    1 Mins read
    Uma das adaptações de “games” que sacudirá a Cultura Pop nos próximos anos é a versão televisiva do jogo The Last Of Us.
    CinemaCríticas

    Crítica | Amarração do Amor - Diferentes na religião, iguais na confusão!

    3 Mins read
    O investimento do cinema brasileiro no gênero comédia tem gerado títulos marcantes, que conquistaram admiradores com o passar dos anos. Uma espiada no ontem e podemos ver exemplos como “O Auto da Compadecida”, “Minha Mãe é Uma Peça”, “Se eu Fosse Você”, entre outros. O novo integrante dessa safra é o longa-metragem “Amarração do Amor”, com estreia marcada para 14 de outubro de 2021.