CríticasSéries

Crítica | Kakegurui – 1ª Temporada é uma aposta psicodélica para os fãs de anime

O universo dos animes vai muito além das lutas épicas, robôs gigantes ou a sina do protagonista que é o “Escolhido“. Diversas produções que fugiram destas fórmulas tornaram-se grandes sucessos, como Death Note, que mostrava lutas de estratégias e embates psicológicos. Seguindo a mesma linha, mas acrescentando toques de humor, suspense e loucura, a 1ª temporada de Kakegurui é uma viagem frenética e bizarra ao “mundo das apostas“. A grande sacada do anime é que a ambientação acontece numa escola de elite regida por um ranking de ganhadores e perdedores.

Sinopse 1ª temporada de Kakegurui:

Advertisement

Hyakkaou Private Academy é uma escola de elite que garante preparar os filhos das pessoas mais ricas do mundo para a vida real. De dia, ela é como qualquer outra instituição de ensino, mas à noite se transforma em uma casa de jogos e é aí que os jovens estudantes aprendem a importância de manipular as pessoas e o poder do dinheiro. Entre os alunos está a novata Yumeko Jabami, que diferentes dos outros, joga por diversão.

anime kakegurui 1ª temporada

Kakegurui / Netflix

Advertisement

Impossível existir uma única pessoa nesse mundo que não tenha assistido um anime sequer. Nos últimos anos, a indústria das animações orientais cresceu muito; basta relembrar as grandes produções, como Dragon BallNarutoOne Piece e Cavaleiros do Zodíaco. Indo contra uma estrutura já batida, Kakegurui é um anime baseado no manga escrito por Homura Kawamoto e ilustrado por Tōru Naomura. Com apenas 12 episódios, a 1ª temporada dublada está disponível na Netflix.

Advertisement

Se a cidade de Las Vegas tivesse uma escola de apostas, com certeza seria a Hyakkaou Private Academy. Tornar o ambiente escolar o background narrativo é uma escolha criativa, ainda mais quando se utiliza a famosa “pirâmide de popularidade” de um jeito nada convencional.

Nada de patricinhas ou garotos populares! O enredo mostra como os alunos (você pode trocar alunos por “apostadores viciados“) precisam manter seus status, para não se tornarem “bichinhos de estimação“, termo usado para se referir àqueles que perderam tudo e devem muito dinheiro. Uma alusão singular as classes superiores que controlam as classes inferiores.

Advertisement

Kakegurui / Netflix

A pressão não são os trabalhos escolares, muito menos as notas. O foco do anime é nos fisgar para uma trama recheada de reviravoltas, esquemas de jogos de azar e seus infames “macetes”. Para tornar as coisas insanas, a quantia de dinheiro apostada nas partidas são absurdas, levando muitos estudantes a perderam tudo em segundos.

Advertisement

Yumeko Jabami é o nome da protagonista, que de repente chega à escola e precisa se enturmar. A princípio, ela parece apenas uma novata que demonstra uma certa “curiosidade” sobre o sistema escolar movido por “jogatinas“. Seu novo colega, Suzui, se encarrega de mostrar como as coisas funcionam, alertando-a sobre os riscos. O que ele não esperava é que a estudante recém-chegada é uma jogadora compulsiva, capaz de ir até o fim numa partida.

Advertisement

Kakegurui / Netflix

Com olhos de águia, Yumeko mostrará sua destreza ao enxergar as manobras ilícitas (as famosas “tramoias”) por trás de cada jogo. O roteiro possui um ritmo dinâmico, colocando a protagonista para enfrentar um desafio mais dificultoso que o anterior. É como se ela fosse a personagem badass de um jogo de vídeo game e em cada episódio tivesse um “Boss” para derrotar.

Advertisement

Imediatamente, a escola passa a falar sobre a nova aluna e suas vitórias impossíveis. Todo esse burburinho chama a atenção do Grêmio Estudantil, formado por alunos que estão no topo da pirâmide escolar.

O que eles não esperavam é que a novata não tem medo das consequências, e sua fome por apostas insanas é insaciável. Não existem vilões, tampouco mocinhos. Todos os personagens em Kakegurui falam apenas uma língua; a língua das apostas. Portanto, não se espante com alianças improváveis e os desafios incomuns nesta temporada.

Advertisement

Kakegurui / Netflix

Advertisement

Algo importante precisa ser frisado: Kakegurui não é apenas um anime sobre jogos, cartas e dinheiro. Logo, você perceberá que o rumo da narrativa é a insanidade! Dinheiro não é tudo o que se pode colocar numa aposta, às vezes, pode ser um olho (literalmente!). A vida, o futuro e os sonhos são exemplos de moedas usadas na mesa de jogo.

Os personagens vão sofrendo drásticas evoluções no decorrer das partidas. Yumeko é uma protagonista que sempre rouba a atenção para si. Infelizmente, a trama revela pouco sobre o passado dela, deixando alguns vestígios de um drama pessoal que desperta nossa curiosidade. Suzui é o que mais demora para ganhar destaque, mas algumas partidas colocará em sua mão o destino de muitos!

Advertisement

Agora, a coadjuvante que se destaca é Mary Saotome, uma personagem movida pela raiva. No começo, nossa percepção é enxergar nela uma possível “antagonista”, mas a desconstrução que o enredo impõe sobre Saotome, sempre nos faz questionar a quem pertence sua lealdade.

Kakegurui / Netflix

Advertisement

Um estudo chamado “psicologia das cores” afirma que a cor vermelha está associada a desejo, excitabilidade, dominação e sexualidade. Todos estes fatores estão presentes no enredo da 1ª temporada, que adota um visual predominado pelo vermelho. Isso faz de Kakegurui uma jornada psicodélica; uma visita a insanidade presente na mente dos apostadores.

Advertisement

Expressões distorcidas e exageradas, olhos esbugalhados ou dominados por cores neons. Todos os alunos sofrem tal “mudança visual”, servindo ao propósito de expor a camada emocional com uma pegada mais “surreal”.

Simbolizando o mundo das apostas como um banquete, a abertura é uma “viagem de ácido” que representa bem esse tom alucinógeno que a animação assume. Aumentando nossa tensão e brincando com o nosso lado Sherlock Holmes, a trilha sonora também abraça a excentricidade.

Advertisement

A única falha do roteiro é que a maioria dos personagens parecem desequilibrados mentalmente. Algumas vezes, me perguntei se a escola, na verdade, não era um hospício! Algo que pode incomodar são alguns diálogos mais “didáticos”, afim de explicar as regras dos jogos. Todavia, tais infrações no enredo não atrapalham nossa sede em desvendar as artimanhas dos jogadores. É genuíno como o roteiro consegue nos prender no decorrer dessa 1ª temporada, episódio após episódio!

Kakegurui / Netflix

Advertisement

Sabe-se que, atualmente, a atenção dos otakus está voltada para as animações que explodiram de audiência, e tornaram-se hits diante desse público. Yakusoku no Neverland, Dr. Stone e Kimetsu no Yaiba são referências de animes que estão fazendo muito sucesso. Mas, não é somente as grandes produções que merecem todo o destaque. Existem muitas histórias novas, como Kakegurui, que fazem do simples algo grandioso.

Advertisement

Uma vez, a personagem Alice, enquanto estava perdida no país das Maravilhas, disse para o Chapeleiro que as melhores pessoas que existem são as loucas. Será? Para a protagonista de Kakeguruia loucura é essência da aposta“.

Indo além do combate de egos, dinheiro e poder, Kakegurui é um anime ousado e diferente, mostrando que a insanidade de seu criador sempre é capaz de ir além. A grande ironia é que você ficará viciado na trama, assistindo os episódios sem pensar em parar. Com um enredo que parece uma sessão de hipnose, somos manipulados para jamais desgrudarmos nossos olhos da tela.

Advertisement

E então, vamos apostar até a loucura?

Nota: 4,5/5

Assista ao trailer:

Veja também: Crítica | Eu, a Vó e a Boi.

Advertisement

About author
Me chamo Mayko Martins. Estudante de Publicidade e Propaganda. Sou apaixonado por cinema, apesar de nunca acertar um bolão do Oscar! Minha nova paixão é o teatro, motivo pelo qual faço parte do Grupo Teatro Mix. Estou “preso” a muitas séries, mas a culpa de eu não terminar nenhuma é da Shonda Rhimes – criadora de How To Get Away With Murder, que me fez rever as temporadas várias e várias vezes. E, estou me recuperando do final da terceira temporada de Shingeki no Kiojin... Ah, quase esqueci, eu amo escrever! Por isso sou autor lá nas terras do Wattpad com o livro "Fruto Podre".
Articles
    Relacionados:
    CinemaCríticas

    Crítica | Os Novos Mutantes

    2 Mins read
    Baseado no clássico homônimo dos quadrinhos da Marvel Comics, “Os Novos Mutantes” conjura uma sequência explosiva e questionável de um terror psicológico…
    NotíciasSéries

    Príncipe William critica The Crown: "Eles estão explorando os meus pais para ganhar dinheiro"

    1 Mins read
    Em entrevista à revista Times, o príncipe William criticou a série “The Crown” e seu modo de retratar a coroa britânica, principalmente…
    NotíciasSéries

    The Mandalorian | Fãs querem demissão de atriz trumpista e anti-máscaras

    2 Mins read
    Recentemente, vários fãs de “The Mandalorian” iniciaram um movimento pela demissão da atriz Gina Carano (Carasynthia “Cara” Dune), após algumas postagens em…