CríticasSéries

Crítica | Jack Ryan – 2ª Temporada

Produção original da Amazon Prime, a segunda temporada da série sobre o analista mais famoso da CIA foi encomendada antes que a transmissão de sua primeira terminasse. Aposta alta da gigante do streaming, a continuação da história de Jack Ryan entrega mais ação em uma trama política viciante.

“Tom Clancy´s Jack Ryan” traz novamente John Krasinski (“Um Lugar Silencioso”) como um agente secreto do governo americano. Diferente do estereótipo historicamente aplicado aos espiões do audiovisual, Jack é bem realista e crível, apresentando uma dose de “humanidade” que facilita sua identificação com boa parte do público e o torna um grande sucesso. Tão vulnerável quanto um civil, o servidor da CIA – após lidar com uma grande ameaça terrorista na primeira temporada – se encontra, agora, no meio de uma crise política na Venezuela.

A segunda temporada da série de ação da Amazon Prime foge da ameaça global previamente causada por Suleiman e foca, agora, em um caos político mais próximo da nossa realidade. Nela, depois de rastrear uma remessa potencialmente suspeita de armas ilegais na selva venezuelana, o oficial da CIA segue para a América do Sul para investigar uma série de pistas. Ameaçando descobrir conspirações de longo alcance, as ações de Jack levam ele e seus companheiros em uma missão profunda e labiríntica.

Jack Ryan
Jack Ryan / Amazon Prime Video

“Jack Ryan” volta com muitos pontos positivos que atestam a qualidade da produção milionária da Amazon. Aqui, a série se distancia do enredo de dualidade apresentado anteriormente, no qual todos eram apresentados como “bons” e “maus”, e aposta em uma trama que deixa os personagens no cinza, incluindo Ryan. Tudo se torna mais interessante e intenso, sobretudo quando diversos acontecimentos inesperados nos fazem questionar as reais motivações de cada personagem. Méritos para as adições ao elenco, como as de Noomi Rapace, Jordi Mollá, Michael Kelly e Tom Wlaschiha, que dão vida a papéis complexos, injetando adrenalina e profundidade à temporada.

Jack Ryan / Amazon Prime Video

Definitivamente interessante e bem desenvolvida, a segunda temporada de Jack Ryan, contudo, peca em questões firmadas no primeiro ano da série que a fizeram se destacar e se diferenciar de muitas outras. Comandado por Carlton Cuse e Graham Roland, o protagonista de Krasinski teve muitas camadas eliminadas para se enquadrar como um herói de ação mais convencional e direto, de modo que grande parte do charme que tornou o personagem de Tom Clancy tão bem conceituado fosse prejudicada. Questões como a resistência de Ryan em ser um agente de campo foram deixadas de lado e substituídas por um profissional experiente que se recusa a abandonar o solo inimigo.

A mudança de diretriz no tratamento do analista da CIA, porém, não diminui, nem por um momento, a qualidade da segunda temporada. Muito em razão de John Krasinski, que claramente se sente confortável no papel e o moldou com especificidades marcantes, a trama e tudo que a envolve captura o espectador e se desenvolve em um plano multifacetado que conecta as diversas histórias que convergem em tela, oferecendo uma experiência agradável e marcante, digna de um carro-chefe de uma das maiores empresas do mundo, mesmo que a evidente simplificação do roteiro quando comparado com o ano anterior se sobressaia.

Advertisement
Jack Ryan / Amazon Prime Video

Investindo mais na ação gráfica em comparação à primeira temporada, o segundo ano da série é bem diferente de tudo o que vimos previamente na história de Ryan. Nele, apesar de a dupla de criadores da Amazon terem aberto mão de diversos níveis de complexidade que moldaram todo um conceito em 2018 e terem seguido por um caminho completamente diferente nessa nova aventura, a nova temporada de “Tom Clancy´s Jack Ryan” tem muito mérito e acerta em quase tudo o que se propõe a fazer, ainda que certas escolhas não fossem as mais apropriadas.

“Jack Ryan” veio à público para, novamente, mostrar que é uma aposta que deu certo para a Amazon Prime. Disponível em oito episódios na plataforma de streaming, a empresa já renovou a série para uma terceira temporada.

Nota: 4/5

Assista ao trailer:

About author
Estudante de Cinema e Audiovisual na Universidade Federal Fluminense. 20 anos.
Articles
    Relacionados:
    CríticasSéries

    Crítica | Nanatsu no Taizai – Os pecados e as virtudes de uma 3ª Temporada polêmica

    4 Mins read
    Conhecido por mesclar fantasia medieval com elementos religiosos, Nanatsu no Taizai chega a sua 3ª temporada com a promessa de entregar confrontos épicos e respostas para as perguntas que assombram a mente dos fãs.
    NotíciasSéries

    Em divertido comercial, Steve Carell vira o Papai Noel; Assista!

    1 Mins read
    Por conta de um divertido comercial gringo, o astro Steve Carell, nosso querido Michael Scott, deu vida ao Papai Noel! O vídeo…
    CríticasSéries

    Crítica | O Gambito da Rainha - O Xeque-mate de Anya Taylor-Joy

    5 Mins read
    Concebido, inicialmente, como um projeto fílmico que ganharia vida sob a direção do saudoso Heath Ledger, a minissérie O Gambito da Rainha percorreu uma extensa jornada até ganhar a benção da Netflix.