fbpx
CríticasCinema

Critica | Exorcismo Sagrado – Apenas mais um terror genérico

Exorcismo Sagrado refere diversos clássicos do terror, mas peca em encontrar seu próprio caminho.

Uma das novas apostas do terror Exorcismo Sagrado, é dirigido por Alejandro Hidalgo (A Casa do Fim dos Tempos) que assina o roteiro junto de Santiago Fernández Calvete (Sangue Vurdalak).

O Exorcismo Sagrado acima de tudo é um filme que referencia outros filmes, principalmente ao O Exorcista (1973), seja sua cena de abertura, ou a forma em que as possessões ocorrem. A história do filme é bem interessante, e te prende logo no inicio.

No longa, Peter Williams (Will Beinbrink) é um padre americano que trabalha no México, no ano de 2003, ele acabou sendo possuído por um demônio que tentava expulsar e acaba cometendo o mais terrível sacrilégio. Após dezoito anos do ocorrido, ele carrega um segredo sombrio que o consome até que tenha a oportunidade de enfrentar seu próprio demônio pela última vez.

Critica | Exorcismo Sagrado - Apenas mais um terror genérico
Exorcismo Sagrado | Imagem Filmes

O filme é um grande apanhado de todos os clichês de filmes de terror/horror dos últimos anos, o problema é que mesmo com uma trama interessante, o longa não consegue utilizar desse meio para trazer algo inovador. Sendo assim, o filme peca em ser mais do mesmo em sua entrega. O expectador consegue adivinhar quando vai acontecer todos os jump scares, mesmo com a tentativa de quebra de expectativa que o filme trás.

A maquiagem também é algo que atrapalha muito a experiência, principalmente nas cenas em que envolviam diálogos dos possuídos, dessa forma, beirando ao cômico.

Advertisement

Mesmo que o protagonista consiga carregar o filme, seus coadjuvantes acabam ficando avulsos dentro da história e servindo apenas de escada para o desenvolvimento do tal. Contudo, preciso dizer que foi interessante ver o Joseph Marcell (Um Maluco no Pedaço) em um papel completamente diferente do que estamos acostumados.

Critica | Exorcismo Sagrado - Apenas mais um terror genérico
Exorcismo Sagrado | Imagem Filmes

Por fim, Exorcismo Sagrado é um filme genérico de terror, que refere a outros longas clássicos, mas peca na inovação na hora de contar sua história. Seu roteiro é interessante, porém a execução e a direção falham ao entregar a história. O gancho final prenuncia uma tentativa de franquia e deixa um misto de sentimentos, porém a pergunta que mais ficou na minha mente foi: será que precisamos de uma continuação mesmo?

O longa estreia dia 10 de fevereiro nos cinemas.

NOTA: 2/5

Assista ao trailer:

Leia também:

Advertisement

About author
Nascido no inverno de 1993, lufano e amante de cultura pop!
Articles
Relacionados:
CríticasCinema

Crítica | Doutor Estranho no Multiverso da Loucura acerta em alguns pontos mas ressalta os erros da fase 4

4 Mins read
Doutor Estranho no Multiverso da Loucura finalmente está chegando aos cinemas mas assim como muitas das produções dessa fase 4 do UCM deve dividir opiniões.
NotíciasCinema

MUBI | Streaming revela as principais estreias do mês de maio; confira!

3 Mins read
Foco em Cannes e especiais dedicados a Joachim Trier e Joseph Losey; a estreia do filme de Kiyoshi Kurosawa, A Mulher de um Espião, e o lançamento exclusivo de Great Freedom
CríticasCinema

Crítica | Boneca Russa (2ª Temporada) - série mantém a qualidade inserindo viagens no tempo no caótico cotidiano de Nadia e Alan

3 Mins read
Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo, acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.