fbpx
CríticasCinema

Crítica | Em Guerra Com o Vovô

Baseado no livro infantil homônimo de Robert Kimmel Smith, de 1984, “The War With Grandpa”, no original, é uma comédia dramática sobre a relação conturbada de uma criança com o seu avô. Dirigido por Tim Hill, o longa reúne grandes nomes como Robert De Niro, Uma Thurman e Christopher Walken, mas oferece uma narrativa superficial e completamente inofensiva.

Produção estadunidense original da The Weinstein Company Dimension Films, “Em Guerra Com o Vovô” (2021) foi inicialmente programado para estrear no dia 21 de abril de 2017. No entanto, devido às mudanças nos locais de gravação e ao cronograma apertado da produtora, o filme foi adiado por três anos e chegou até a ser cortado do calendário de lançamento. Agora, após ter os direitos de transmissão adquiridos pela 101 Studios, o longa de Tim Hill finalmente chega ao grande público.

Em “Em Guerra Com o Vovô“, Peter (Oakes Fegley) é forçado a deixar o seu quarto e a se mudar para o sótão quando o seu avô Ed (Robert De Niro) passa a morar com a sua família. Insatisfeito pela mudança repentina e determinado a retomar o seu espaço, o jovem arma uma série de armadilhas para tentar afugentar o novo residente. No entanto, o velho é mais esperto do que aparenta e pretende revidar as pegadinhas com seus próprios esquemas e armações, dando início a uma verdadeira guerra dentro e fora de casa. A partir de então, decididos a vencer essa briga, os dois perdem o controle da situação e passam a prejudicar todos ao redor.

Em Guerra Com o Vovô
Em Guerra Com o Vovô/Diamond Films Brasil

The War With Grandpa“, que não é capaz de apresentar nenhum material novo para o espectador, falha em sua premissa inicial de fazer comédia e acaba por fornecer uma narrativa genérica e desinteressante sobre um tema já muito explorado pela indústria cinematográfica. Recorrendo exageradamente ao humor físico entre os personagens e à piadas inexpressivas sobre idade e competição, o longa é uma grande e decepcionante sátira sobre a velhice e não tem capacidade de sair da zona de conforto para ir além da “fórmula” da Sessão da Tarde. Nesse sentido, ainda que conte com um elenco estrelado – com nomes como Robert De Niro, Uma Thurman, Christopher Walken, Rob Riggle, Jane Seymour e Cheech Marin -, a estreia da Diamond Films se limita a sequências constrangedoras e estereotipadas de uma luta forçada entre um avô e o seu neto.

Além disso, enquanto investe em episódios próprios da comédia pastelão e na violência cartunesca de riso fácil, o longa de Tom Hill testa a paciência do espectador e caminha a passos largos para se tornar um dos piores do ano. Por conseguinte, à medida que desperdiça o seu potencial com uma narrativa medíocre, o filme esquece de estabelecer um cenário minimamente decente e decide explorar, em tom de deboche, o luto de um avô amoroso que ainda tem que aturar os tormentos de uma criança mimada. De forma simplificada, há um motivo bastante plausível para “Em Guerra Com o Vovô” ter ficado na prateleira por três longos anos e ter sido cortado do calendário de lançamentos da Dimension Films.

Em Guerra Com o Vovô
Em Guerra Com o Vovô/Diamond Films Brasil

Finalmente, “Em Guerra Com o Vovô” é um entretenimento superficial que não desenvolve de maneira apropriada nenhuma das suas tantas premissas. Dolorosamente sem graça, o longa é um convite ao esquecimento e apresenta ideias tão completamente exageradas e fora de contexto que o transformam em um árduo teste de resistência para quem o assiste. Incapaz de oferecer uma narrativa minimamente interessante, a comédia familiar de Tom Hill é mal conduzida e se perde em suas próprias ambições, deixando de lado a capacidade do seu elenco e entregando um material apático e sem grandes novidades.

Advertisement

Em Guerra Com o Vovô tem estreia prevista para o dia 20 de maio.

Nota: 2/5

Assista ao trailer:

Veja também: Crítica | Bela Vingança

About author
Estudante de Cinema e Audiovisual na Universidade Federal Fluminense. 21 anos.
Articles
Relacionados:
NotíciasCinema

Turma da Mônica - Lições | Confira o visual de Zecão e Pipa no live-action

1 Mins read
Cascão, Cebolinha, Mônica e Magali voltarão para o próximo capítulo cinematográfico em “Turma da Mônica – Lições”.
NotíciasCinema

"Viúva Negra" ficará disponível para todos os assinantes em Outubro, entenda

1 Mins read
Scarlett Johansson protagoniza o filme solo da “Viúva Negra” ao lado dos atores David Harbour, Rachel Weisz e Florence Pugh.
CríticasCinema

Crítica | Espiral - O Legado de Jogos Mortais

3 Mins read
Nono capítulo da famosa franquia de terror, “Espiral – O Legado de Jogos Mortais” apresenta Chris Rock e Samuel L. Jackson em uma releitura curiosa do clássico original de 2004. Dirigido por Darren Lynn Bousman e roteirizado por Josh Stolberg e Peter Goldfinger, o longa aposta em sequências sangrentas e ousadas de ação, mas é apanhado pelas próprias armadilhas e não consegue oferecer mais do que um material genérico e pouco expressivo.