fbpx
CríticasSéries

Crítica | Cobra Kai – 4ª temporada

Surpreendendo nos detalhes nostálgicos e pecando em alguns quesitos, a quarta temporada de Cobra Kai consegue se manter pela parceria entre Daniel e Johnny e a volta de um dos maiores vilões da franquia Karatê Kid.

I can feel it coming in the air tonight… E foi ao som de Phil Collins que a terceira temporada de Cobra Kai, série que continua a saga de Karate Kid dos anos 80’s, teve o seu fim. Logo no último episódio, no ápice da temporada, temos -finalmente- a união de Johnny Lawrence e Daniel Larusso contra o grande vilão e fundador do Cobra Kai, Kreese e os seus alunos. Toda essa construção da parceria entre os personagens principais e a trilha sonora incrível aumentaram de forma exponencial a expectativa dos fãs da série.

Não é novidade para quem acompanha a série  que, no decorrer da terceira temporada, foi sendo anunciado aos poucos e que uma figura conhecida pelos fãs nostálgicos estaria prestes a voltar, e isso acontece logo no primeiro episódio da quarta temporada. Logo nos primeiros minutos, Terry Silver, o vilão grã-fino do terceiro filme, aparece ainda mais mesquinho, mas longe das suas atividades como sensei.  Procurado por Kreese para, juntos, acabarem de vez com os trabalhos de Daniel e Johnny e toda a sua turma no grande campeonato, o vilão emblemático não se vê tão convencido num primeiro momento, o que é claro, acaba mudando com o passar do tempo. 

Cobra Kai - 4ª temporada
Cobra Kai – 4ª temporada / Netflix

Além de Terry, outros personagens ganham destaque na quarta temporada, e esse é o caso do Anthony Larusso, filho caçula do protagonista de Karate Kid, que se mostra completamente diferente de seu pai, abrindo uma discussão sobre o bullying. Kenny, o novato da escola e também novo personagem, é quem sofre nas mãos do jovem Larusso, e que por mim já pode ganhar o título de personagem mais carismático da quarta temporada.

Falando nos personagens, Daniel, Falcão, Tory, Sam e Robby estão ainda melhores nesta temporada. Não é de hoje que o elenco adolescente chama a atenção tanto pela ótima atuação, quanto pelas cenas que exigem o mínimo de “entendimento” sobre o Karate. Apesar de seus personagens não se desenvolverem tanto quanto nas demais temporadas, eles ainda conseguem um bom tempo de tela, mantendo suas  histórias completamente coerentes ao que foi apresentado até agora. 

Cobra Kai - 4ª temporada
Cobra Kai – 4ª temporada / Netflix

Falcão (ou Hawke) foi o grande destaque do elenco principal. Seu desenvolvimento é o que, de longe, chama mais atenção. Ele conseguiu passar de um dos personagens mais odiados da série, pra um dos mais amados. Sua trajetória é incrível, e faz com que o público queira entrar ainda mais na cabeça dele, pra antecipar cada ação desse personagem que só sabe surpreender.

Advertisement

Apesar de ser um ótimo fã service desde o começo, talvez a quarta temporada tenha sido a menos nostálgica. Claro, uma série nova não deve ser baseada e escorar-se 100% em sua história original, mas talvez, no caso de Cobra Kai, esse tenha sido o ponto chave para o sucesso da série. Mas vale lembrar que isso não tira nenhum ponto de sua nova temporada, a série continua sendo consagrada com suas tramas que cativam demais, e que prendem facilmente o telespectador.

Cobra Kai - 4ª temporada
Cobra Kai – 4ª temporada / Netflix

Algo que chamou a minha atenção foi que, diferente da terceira temporada, as lutas estão muito bem coreografadas, o que dá mais intensidade às cenas de combate e no gran finale. Outro fato interessante foi a quantidade de gatilhos a serem explorados para a criação de uma quinta temporada, e quem sabe até sexta. Existem muitos ganchos que podem sim virar grandes histórias, e que merecem um aprofundamento e atenção, sem deixar a série chata, cansativa ou até mesmo rala.

A quarta temporada de Cobra Kai pode até ter sido um pouco mais “parada” comparada às anteriores, mas isso não tira o crédito de uma das maiores séries da Netflix, que em cada lançamento se consagra como um dos maiores fãs services já feito, responsável por uma explosão nostálgica. Com seus altos e baixos como toda produção, Cobra Kai surpreendeu mais uma vez, deixando, como sempre, aquele gostinho de quero mais.

A quarta temporada de Cobra Kai estreia dia 31 de dezembro na Netflix.

Nota: 4,5/5

Assista ao trailer:

Advertisement

About author
22 anos, jornalista, amante do cinema e de musicais.
Articles
Relacionados:
CríticasCinema

Crítica | Doutor Estranho no Multiverso da Loucura acerta em alguns pontos mas ressalta os erros da fase 4

4 Mins read
Doutor Estranho no Multiverso da Loucura finalmente está chegando aos cinemas mas assim como muitas das produções dessa fase 4 do UCM deve dividir opiniões.
CríticasCinema

Crítica | Boneca Russa (2ª Temporada) - série mantém a qualidade inserindo viagens no tempo no caótico cotidiano de Nadia e Alan

3 Mins read
Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo, acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.
NotíciasSéries

La Casa de Papel: Coreia | Remake ganha data de estreia e teaser

1 Mins read
Remake de La Casa de Papel chega em 24 de junho na Netflix. O remake coreano da famosa série La Casa de…