fbpx
CríticasCinema

Crítica | Boneca Russa (2ª Temporada) – série mantém a qualidade inserindo viagens no tempo no caótico cotidiano de Nadia e Alan

Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo, acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.

Nadia( interpretada pela atriz e uma das criadoras da série Natasha Lyonne) segue caminhando sem rumo certo por sua vida nada comum, agora como aliada de Alan( Charlie Barnett) no segredo comum entre eles: vivenciar as distorções e ironias da linha de tempo de suas vidas da forma mais psicodélica possível. Antes presos no looping de reviver diariamente o dia em que eles morreram, agora estão há anos bem vivos e aparentemente sãos, seguindo sua rotinas como se fossem pessoas normais.

Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo,  acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.
Boneca Russa |NETFLIX

Quando a aparente calmaria dá lugar à uma nova manobra do Universo para inserir Alan e Nadia em outro contexto igualmente perturbador mas amplamente divulgado em produções que tanto eles como nós, os telespectadores, conhecemos muito bem: a viagem no tempo. Nadia( Natasha Lyonne) se vê transportada para o passado através do metrô de Manhattan e a partir dali passa a reviver momentos marcantes da vida de sua mãe Lenora( Chloë Sevigny) enquanto Lenora estava grávida de…Nadia. Sim, se você acha que voltar no tempo no corpo de sua mãe já seria um tanto quanto surreal, imagine voltar na época em que você ainda morava no ventre dela. Se tratando de Boneca Russa, esse é só o começo.

Após a confusão inicial, de Nadia e dos telespectadores, ela passa a tentar conseguir alguma vantagem deste bilhete único temporal e aí que a temporada começa. O que acontece a partir das escolhas de Nadia e de Alan, qualquer cinéfilo com referências suficientes em filmes sobre viagem no tempo seria capaz de antecipar. Mas nenhum deles conseguiria demonstrar com tanto empenho, o desenvolvimento de Nadia e Alan como personagens através dessa experiência incomum e profunda. Experiência essa que até se alinha melhor com o conceito de Boneca Russa, a bonequinha de várias camadas e tamanhos que se une mesmo sendo várias. As diversas camadas da boneca russa aqui diretamente representadas pela ancestralidade dos personagens, que influenciou em quem eles são.

Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo,  acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.
Boneca Russa | NETFLIX

Geralmente uma série com temática incomum que começa muito bem não encontra facilmente um caminho de volta tão empolgante para repetir o sucesso em seus retorno em novas temporadas. Quando cogitada a possibilidade de existir uma 2ª temporada de Boneca Russa, a maioria dos telespectadores que gostaram da série se perguntaram se isso era mesmo necessário. Que caminho seguiria? O Popular: por que mexer em time que já está ganhando? Acredite que o que eles encontrarão nessa nova temporada os surpreenderá de forma tão positiva que a 2ª temporada passará a também ser protegida por todos como: o que poderá vir depois disso? Será que precisa de continuação?

Tentar explicar o sentido de tudo o que ocorre em Boneca Russa desde sua brilhante primeira temporada, é missão complicada. Por não ter explicações fáceis e o enredo se basear em um constante “aceite e siga” a emoção está bem mais em acompanhar do que simplesmente descrever. O conteúdo absorvido pelo telespectador no envolvimento com o enredo, com os personagens, bem como com os cenários e com a trilha sonora é único. A familiaridade faz o telespectador se sentir em casa e faz Nadia, Maxime(Greta Lee), Ruthie(Annie Murphy/ Elisabeth Ashley)e o resto do elenco tornarem-se velhos amigos.

Advertisement
Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo,  acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.
Boneca Russa | NETFLIX

E, por mais louca que seja a história e mesmo que às vezes tenha que aceitar e seguir sem querer explicações certeiras ou óbvias do como aquilo é possível, reencontras velhos amigos para se aventurar com eles em novas histórias sempre será um prazer. A série Boneca Russa será sempre bem vinda para próximas temporadas, desde que nunca perca esse brilho psicodélico e único de ensinar muito sem explicar quase nada.

A 2ª temporada de Boneca Russa (e a 1ª também caso não tenha assistido) está disponível na Netflix. Boa Viagem.

Nota: 5/5
Assista ao trailer:

Leia também:

Crítica | Metal Lords – Uma maravilhosa comédia de amor ao Metal

Crítica | A Princesa da Yakuza – lutas sangrentas, máfia japonesa e ancestralidade no bairro da Liberdade

Advertisement

Crítica | Granizo – Uma maravilhosa comédia dramática sobre conflito de gerações, relações familiares, fama e “cancelamento”

About author
Jornalista, advogada, cantora de videokê, dançarina de Calypso e agora: crítica de streaming.
Articles
Relacionados:
CríticasCinema

Crítica | Doutor Estranho no Multiverso da Loucura acerta em alguns pontos mas ressalta os erros da fase 4

4 Mins read
Doutor Estranho no Multiverso da Loucura finalmente está chegando aos cinemas mas assim como muitas das produções dessa fase 4 do UCM deve dividir opiniões.
NotíciasCinema

MUBI | Streaming revela as principais estreias do mês de maio; confira!

3 Mins read
Foco em Cannes e especiais dedicados a Joachim Trier e Joseph Losey; a estreia do filme de Kiyoshi Kurosawa, A Mulher de um Espião, e o lançamento exclusivo de Great Freedom
NotíciasCinema

Avatar 2 | Filme ganha título e data de estreia

1 Mins read
Durante a CinemaCon, a Disney revelou o título e a data de estreia de Avatar 2. O filme se chamará Avatar: The Way of Water (em tradução livre, “O Caminho da Água”) e chegará nos cinemas em 16 de dezembro (um ano e meio após a sua primeira data prevista).
×
CríticasCinema

Crítica | Metal Lords - Uma maravilhosa comédia de amor ao Metal