CríticasSéries

Crítica | Boca a Boca – 1ª Temporada

Estreando hoje, nova produção brasileira da Netflix “Boca a Boca” trás uma pacata cidade aterrorizada por um novo vírus que é transmitido pelo beijo

Boca a Boca se passa em uma cidade chamada Progresso, município fictício que teve a cidade de Goiás Velho como inspiração visual. Aparentemente pacata e sem muitos acontecimentos, a pequena cidade rural acaba enfrentando uma grande pandemia após uma festa realizada pelo “povo da aldeia”, que consiste em rituais com uma pegada psicodélica, e é frequentado pela maioria dos adolescentes de Progresso. Bel ( Luana Nastas) é uma das adolescentes que frequentaram a festa, e foi a primeira a apresentar os sintomas do novo vírus que causa desordem no sistema nervoso e pode levar à morte.

Tentando entender como esse novo vírus é transmitido, Chico (Michel Joelsas) o menino novo da cidade, Fran ( Iza Moreira) melhor amiga de Bel e Alex (Caio Horowicz) montam um mapa ligando Bel a todas as pessoas que ela beijou durante a festa, e acabam descobrindo que eles ficaram com as mesmas pessoas. A ligação do vírus com o beijo fica ainda mais forte quando outras pessoas que tiveram contato íntimo com a a Bel acabam indo para o hospital, causando pânico na cidade.

Boca a Boca
Boca a Boca | Netflix

Além de todo esse novo problema envolvendo o vírus e os dramas comuns de adolescente, eles ainda tem que lidar com pais extremamente caretas e conservadores, que guardam segredos sobre suas vidas e sobre a de seus filhos. Conflitos sociais e sexualidade também fazem parte da vida desses adolescentes.

Criada por Esmir Filho, a série não passa de uma terrível coincidência com o atual momento em que estamos vivendo, apesar dos sintomas do vírus e até mesmo a aparência serem totalmente diferentes da Covid-19,  existem sim algumas semelhanças. O fato dela ter sido estreada no meio de uma pandemia faz com que se torne ainda mais necessária.

Boca a Boca
Boca a Boca | Netflix

Com uma fotografia que lembra muito a série Euphoria, Boca a Boca é muito mais do que visualmente bonito, ele chama a atenção não só pela história que surpreende ao apresentar algo novo, mas também pela atuação incrível do trio de protagonistas. O elenco contém nomes de peso, e que dão as caras pela primeira vez em uma produção da Netflix, entre eles estão Kevin Vechiatto, Bianca Byengton, Bella Camero, Denise Fraga, Bruno Garcia, Grace Passô e Flávio Tolezani.

Advertisement

Boca a Boca tem sua trama narrada através de seus episódios de 40 minutos cada, que facilitam no desenvolvimento da história sem deixar espaço para que seja criado coisas que vão além da premissa apresentada, trazendo um roteiro limpo, cheio de reviravoltas e sem furos. A Netflix tem investido em ótimas produções brasileiras, acertando bastante em alguns casos e errando feio em outras. Boca a Boca não decepciona ao entregar aquilo que foi proposto, mas também não ganha o título de série perfeita, é apenas um ótimo entretenimento que merece o reconhecimento.

A primeira temporada de Boca a Boca já está disponível na Netflix.

Nota: 3,5/5

Assista ao trailer:

About author
21, Jornalista e amante do cinema.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasSéries

    The Pack | A medalhista Olímpica Lindsey Vonn e sua cachorra Lucy apresentam nova série da Amazon

    2 Mins read
    O Amazon Studios anunciou hoje (7) The Pack, uma nova série global que celebra o vínculo inigualável entre cães e seus companheiros humanos….
    NotíciasSéries

    Amazon Prime divulga novos trailers de The Boys, Utopia e Pão e Circo

    3 Mins read
    O Amazon Prime Video divulgou dois novos clipes da segunda temporada da série de sucesso THE BOYS em seu painel do CTAM hoje. Também…
    CríticasSéries

    Crítica | 3% -3ª Temporada

    3 Mins read
    Primeira produção brasileira da Netflix 3% estreia a sua terceira temporada mantendo a evolução do segundo ano trazendo o mundo ainda mais dividido após a chegada de um novo local.