fbpx
CríticasSéries

Crítica | All Of Us Are Dead

Seguindo a linha de Round 6, nova produção coreana da Netflix All Of Us Are Dead entra para a lista de produções em alta da plataforma com uma história eletrizante sobre zumbis

Já imaginou um apocalipse zumbi acontecendo logo após a pandemia do COVID-19? É, na realidade isso é aterrorizante, mas é uma das coisas que faz com que All Of Us Are Dead seja uma das melhores produções do ano!

Primeiro, é bom assistir a série com 100% de desapego aos personagens, até porque, quem já é fã dos k-dramas sabe, eles não perdoam ninguém. Segundo, como muitas produções sul-coreanas, All Of Us Are Dead é mais uma que trás na sua história uma crítica sobre a sociedade, além de dar ênfase ao bullying que ainda é algo recorrente no país.

All Of Us Are Dead segue dois amigos de infância, Nam On-Jo (Ji-hu Park) e Lee Cheong-San (Chan-Young Yoon), que frequentam a mesma escola, o colégio Hyosan. Em um dia cheio de acontecimentos como: Ohn Jo abrindo o seu coração para Jae Ik (Kyoo-hyung Lee), uma aluna, que decidi ir atrás do barulho que vinha do laboratório do professor de ciências -Prof. Byeong Chan (Byeong-cheol Kim)- acaba sendo mordida por um dos ratos que estavam em fase de teste.

All Of Us Are Dead
All Of Us Are Dead / Netflix

Após a mordida, a aluna acaba agindo de uma forma estranha, se contorcendo, com sinais de hipotermia e mordendo alguns alunos. E é assim que tudo começa.

Origem do vírus 

Advertisement

O criador do vírus é apresentado logo no primeiro episódio, e é o professor de ciência Byeong Chan, que inventou o “vírus” para que ele agisse como uma forma de “força interna” dentro das pessoas, especialmente do seu filho, que vivia sofrendo bullying dos colegas do colégio.

O vírus seria ativado a partir do momento que o indivíduo se sentisse ameaçado, ativando uma espécie de força e raiva, mas óbvio que tudo deu errado, e acabou passando do limite. O filho do professor e sua esposa foram as primeiras vítimas fatais dessa ideia de louco.

A maior parte do dorama se passa dentro da escola, com os alunos sobreviventes indo de sala em sala em busca da ajuda, que não vem tão cedo. Tentar sobreviver e fazer com que seus amigos também continuem vivos não é uma tarefa nada fácil, em vista de que os zumbis não são nem um pouco o estilo dos de The Walking Dead, já que eles são mega espertos, correm pra caramba e não “morrem” tão fácil.

All Of Us Are Dead
All Of Us Are Dead / Netflix

Mesmo o foco principal sendo a escola, a produção também explora a cidade de Hyosan e como os cidadãos estão lidando com toda situação, incluindo o governo, que ativa a lei marcial, cortando qualquer comunicação.

Escrito por Seong-il Cheon e dirigido por J. Q. Lee e Kim Nam-Soo, All of Us Are Dead deixa qualquer um boquiaberto. Os planos sequências das cenas são incríveis, e dá gosto de assistir. Além disso, fotografia, arte e a pós produção também chamam muito a atenção pelo trabalho impecável realizado em cima dos zumbis. As cenas em que há mordidas, parece muito real, é extremamente assustador, além da série inteira jorrar sangue para todos os lados. Se você é sensível, não assista!

Advertisement
All Of Us Are Dead  All Of Us Are Dead
All Of Us Are Dead / Netflix

Em todos os quesitos, All Of Us Are Dead consegue alcançar a excelência, os atores se entregaram muito bem aos seus personagens. É emocionante quando tem que ser emocionante, é tenso quando tem que ser tenso. É tudo muito ao extremo. Surpreende de verdade.

Por fim, fica o meu pedido para que a segunda temporada de All Of Us Are Dead, acredito que tenha muito espaço para explorar e muita audiência para uma possível continuação. A série se tornou uma grande surpresa, e abre 2022 da melhor maneira possível.

All Of Us Are Dead já está disponível na Netflix.

Nota: 5/5

Assista ao trailer:

About author
22 anos, jornalista, amante do cinema e de musicais.
Articles
Relacionados:
CríticasCinema

Crítica | Doutor Estranho no Multiverso da Loucura acerta em alguns pontos mas ressalta os erros da fase 4

4 Mins read
Doutor Estranho no Multiverso da Loucura finalmente está chegando aos cinemas mas assim como muitas das produções dessa fase 4 do UCM deve dividir opiniões.
CríticasCinema

Crítica | Boneca Russa (2ª Temporada) - série mantém a qualidade inserindo viagens no tempo no caótico cotidiano de Nadia e Alan

3 Mins read
Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo, acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.
NotíciasSéries

La Casa de Papel: Coreia | Remake ganha data de estreia e teaser

1 Mins read
Remake de La Casa de Papel chega em 24 de junho na Netflix. O remake coreano da famosa série La Casa de…