CríticasCinema

Crítica | A Química Que Há Entre Nós

Lançado recentemente na Amazon Prime Video, “A Química Que Há Entre Nós” é um drama adolescente adaptado do livro de Krystal Sutherlabd.

O processo de amadurecimento que passamos após épocas conturbadas são as que mais marcam as nossas vidas, e “A Química Que Há Entre Nós” fala absolutamente sobre isso.

Grace (Lili Reinhart) é uma adolescente que está vivendo uma das piores épocas de sua vida, depressiva após sofrer um acidente de carro que ocasionou a morte de seu namorado, ela se fechou para qualquer oportunidade em que possa encontrar a felicidade novamente. Fugir da realidade é uma das coisas indicadas para superar algumas situações, e para Grace, mudar de escola foi o jeito que ela encontrou para poder “voltar ao normal”. Na nova escola, ela se candidata à editora chefe do jornal, mesma vaga concorrida por Henry (Austin Abrams) um adolescente americano normal cujo hobbies incluem escrever matérias e concertar vasos que ele quebrou.

Num primeiro encontro entre os personagens temos praticamente nenhuma interação, mas a figura pra baixo de Grace chama a atenção de Henry, o que faz com que ele tente um primeiro contato que dá origem a uma amizade um pouco fria. Os dois passam bastante tempo juntos no jornal da escola, o que acaba ajudando para que um sentimento cresça entre eles, que logo tomam iniciativa e dão início ao relacionamento não rotulado.

A Química Que Há Entre Nós
A Química Que Há Entre Nós | Amazon Prime Video

Por conta dos traumas em sua vida, Grace se mostra totalmente despreparada emocionalmente pra assumir um relacionamento sério, o que confunde o Henry e acaba afastando os dois.

A premissa desse filme se iguala a outros romances, mas a dor do luto sendo sentida da maneira mais difícil é a forma em que o roteirista Richard Tanne encontrou para diferenciar a história.

Advertisement

A Química Que Há Entre Nós tem o desenvolvimento lento, o que torna um pouco cansativo conseguir terminar de assistir, mas assim que toda história é revelada, o tempo começa a passar rápido até demais.

A Química Que Há Entre Nós
A Química Que Há Entre Nós | Amazon Prime Video

A escolha dos atores foi extremamente interessante, tanto a Lili quanto o Austin já trabalharam em produções para o público jovem, mas dessa vez estiveram na pele de personagens complexos, emotivos, cheios de camadas e que mudam bastante ao longo do filme.

“O amor é uma química que vem e vai.”

O longa deixa claro em todos os momentos de que é um drama bem construído, ainda mais quando mostra que é extremamente difícil projetar a cura emocional em um novo relacionamento, nos dando algo para pensar assim que o filme acaba.

A Química Que Há Entre Nós já está disponível no Amazon prime Video.

Advertisement

Nota: 3,5/5

Assista ao trailer:

About author
21, Jornalista e amante do cinema.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Patrick Dempsey confirma retorno para sequência de Encantada

    1 Mins read
    O ator Patrick Dempsey confirmou sua participação na sequência de Encantada durante uma entrevista no programa Good Morning America hoje (14) pela manhã. O retorno do…
    CinemaNotícias

    Ben Affleck diz que só fez Liga da Justiça por seus filhos: "Valeu a pena o sofrimento"

    1 Mins read
    Ben Affleck falou um pouco sobre sua experiência como Batman no filme Liga da Justiça. Ele mesmo disse que sua versão do personagem teve…
    NotíciasCinemaSéries

    Marvel sugere o retorno dos Defensores em filmes da Marvel

    1 Mins read
    O universo de séries interconectadas na Netflix foi uma dos maiores sucessos da Marvel nos últimos 10 anos. Porém, esse universo – e todas…