CríticasCinema

Crítica | A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura

Vanessa Hudgens vive três papéis em continuação da produção original Netflix A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura.

Na continuação do filme lançado em 2018, A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura traz grandes desafios para a atriz ao ter que interpretar três papéis, quanto pro público para conseguir assistir até o fim.

Em A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura, quando a Duquesa Margaret (Vanessa Hudgens) herda inesperadamente o trono de Montenaro e passa por uma fase difícil com o namorado Kevin (Nick Sagar), cabe a sua sósia, a Princesa Stacy de Belgravia ( Vanessa Hudgens) reunir o casal novamente.

Mas com se já não bastasse as duas serem extremamente parecidas, a presença da prima de Margaret, Fiona (Vanessa Hudgens), causa um alvoroço por ser a terceira cópia perfeita e cheia de ambições, sendo uma delas roubar o trono da prima e recuperar todo o dinheiro perdido.

A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura
A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura | Netflix

Mais clichê que isso, impossível. Assim como o primeiro filme, fica óbvio o fim que vai levar a comédia romântica dirigida por Michael Rohl, o que é péssimo por aqui desse o elemento surpresa e manter o público interessado.

Infelizmente, interesse do público está em falta quando falamos deste filme, apesar de ser um leve entretenimento, fica extremamente difícil de acompanhar a história, principalmente com a personagem Fiona ser muito exagerada em tudo que faz.

Advertisement

A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura é fraco em vários quesitos, com personagens caricatos é uma história chata que parece que não tem fim, acabou com as minhas expectativas, além de achar que a história inicial pudesse ter sido mais explorada no segundo filme, ao invés da introdução de uma nova personagem e uma nova história sem pé nem cabeça.

A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura
A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura | Netflix

O ponto alto do filme continua sendo a atriz Vanessa Hudgens, que precisa interpretar não duas, mas três personagens idênticas. Alterando sotaques, roupas e personalidade, a produção megalomaníaca cria uma trama difícil de acreditar, considerando a probabilidade lógica de três pessoas serem exatamente iguais e habitarem a mesma região do mundo.

A química do elenco também não fica pra traz, talvez seja isso que faça com que o telespectador aguente o filme inteiro de ladainhas apenas pelo carisma dos atores.

Por fim, a fórmula do sucesso só acontece uma vez, o filme pode se tornar decepcionante  se você assistir cheio de expectativas, e por mais que tenta, não consegue trazer o espírito natalino a tona.

A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura já está disponível na Netflix.

Advertisement

Nota: 1,5/5

Assista ao trailer:

About author
21, Jornalista e amante do cinema.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Mark Ruffalo e Jennifer Garner se reencontram para comemorar De Repente 30!

    1 Mins read
    17 anos depois, as duas estrelas de “De Repente 30“, um dos grandes sucessos da comédia dos anos 2000, se reencontraram em…
    NotíciasCinemaSéries

    Karate Kid e muito mais | Confira o que chega à Netflix em março!

    1 Mins read
    Nesta quarta (24), a Netflix divulgou os novos lançamentos e sucessos que chegarão ao seu catalogo oficial, incluindo os três primeiros filmes…
    NotíciasCinema

    Charlize Theron reafirma vontade de fazer versão lésbica de Duro de Matar

    1 Mins read
    Charlize Theron diz que adoraria colocar seu próprio toque de gênero em Duro de Matar. A atriz estrelou uma grande variedade de…