fbpx
NotíciasCinema

Brie Larson, a Capitã Marvel, é cancelada por filme racista e que faz estereótipo sobre a Índia

A atriz Brie Larson, que interpreta a Capitã Marvel que era tida por muitos como alguém “incancelável”, acabou se encontrando com essa cultura do cancelamento após o surgimento de um filme que vem causando polêmica nas redes.

Uma usuária no Twitter relembrou a existência do filme Basmati Blues, comédia romântica estrelada por Brie Larson.

O filme acompanha uma cientista enviada para a Índia para vender o arroz geneticamente modificado criado por ela.

De acordo com a usuária, que é indiana, o filme é “incrivelmente racista e insultuoso“, alegando que a produção é simplesmente a personificação de todos os estereótipos ligados ao país, isso acabou causando uma grande polêmica com a maioria indo contra Brie.

Fãs de Brie Larson defenderam a atriz, destacando que ela assinou contrato para participar do filme em 2013, quando enfrentava problemas em encontrar papéis em Hollywood.

Advertisement

Fonte: Legado da Marvel

Confira: Zack Snyder diz que gostaria de dirigir filme pornô misturado com religião

About author
Amante do cinema em geral, grande fã de James Bond, e estudante.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Alerta Vermelho | Filme ganha data de estreia nos cinemas brasileiros

    1 Mins read
    O longa, original Netflix, vai estrear em novembro deste ano.  O novo filme “Alerta Vermelho” vai chegar aos cinemas brasileiros dia 4…
    CríticasCinema

    Crítica | Ron Bugado - Uma mensagem necessária no momento certo

    4 Mins read
    Ron Bugado conta a história do jovem Barney, um menino de onze anos que tem dificuldade de fazer novos amigos, e seu companheiro Ron, uma inteligência artificial de alta tecnologia que anda, fala e é o “melhor amigo fora da caixa” de Barney. Mas quando Ron começa a ter seu funcionamento comprometido, os dois saem em uma aventura repleta de ação, onde a amizade entre os dois se mostra verdadeira.
    CríticasCinema

    Crítica | Duna - Um grande épico em um ano razoável

    4 Mins read
    Com a retomada dos cinemas em meio a uma pandemia global, estreias sem muito peso e outras decepcionantes, Duna se consagra como o grande épico de 2021, com grandes chances de deixar filmes com maior apelo popular para trás nas bilheterias.