CríticasCinema

Crítica | De volta ao baile- Rebel Wilson protagoniza divertida comédia sobre popularidade e amadurecimento

3 Mins read

Na nova comédia romântica da Netflix “De volta ao baile”, conhecemos Stephanie, uma jovem capitã das líderes de torcida que sofre um acidente em uma apresentação e fica em coma por 20 anos, perdendo consequentemente as últimas duas semanas de seu colegial e o tão sonhado título de rainha do baile da escola. Ao acordar, já adulta, estabelece uma forma bastante incomum de retornar à sua própria vida: corre atrás de poder viver as duas semanas no colégio e o baile que perdeu, no corpo de uma adulta em seus quase 40 anos de idade, mas com a mente adolescente. Podemos reconhecer vários elementos de outros enredos aqui, mas, apesar do roteiro clichê, o filme diverte com seus momentos hilários e o timing cômico já conhecido de Rebel Wilson, a atriz que interpreta a protagonista em sua idade adulta.

Ler mais
CríticasCinema

Crítica | O Soldado que Não Existiu - História real sobre um plano baseado em blefe e "fake news" na 2ª Guerra Mundial

4 Mins read
Filme baseado em uma operação crucial para o fim da 2ª Guerra Mundial, “O soldado que não existiu” conta os detalhes da Operação Mincemeat, orquestrada pelo tenente do exército britânico Charles Cholmondeley(Matthew Macfadyen) e pelo juiz Ewen Montagu( Colin Firth) na esperança de enganar os nazistas sobre os futuros movimentos do exército britânico e assim dominar os territórios necessários para enfraquecer o poderio de Adolf Hitler. A operação, que na tradução literal de seu nome chamava-se Carne Moída, consistiu em forjar cartas com informações confidenciais endereçadas entre forças opostas à Hitler e fazer o conteúdo delas chegar ao conhecimento dos nazistas através de um cadáver de um soldado britânico supostamente abatido em combate.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | A Médium - Terror tailandês aborda xamanismo, crenças e carma em um filme intenso e assustador.

3 Mins read
Novo filme de terror do diretor Banjong Pisanthanakun, “A Médium” conta a história de herança mediúnica de uma família tailandesa que mora no nordeste da Tailândia através das lentes de uma equipe de documentaristas. A atual portadora do poder mediúnico-xamânico, Nim ( Sawanee Utoomma) é quem explica como o poder oferecido pela divindade Bayan é transmitido há gerações em sua família e a forma como o utiliza para cuidar de todos os habitantes do lugar. Mas ao acompanhar a médium Nim a equipe começa a testemunhar e registrar mortes inexplicáveis e o comportamento estranho de Mink( Narilya Gulmongkolpech) futura herdeira do dom mediúnico de Nim.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | Boneca Russa (2ª Temporada) - série mantém a qualidade inserindo viagens no tempo no caótico cotidiano de Nadia e Alan

3 Mins read
Passados quatro anos dos acontecimentos surreais vividos por Nadia ( Natasha Lyonne) e Alan ( Charlie Barnett) na 1ª temporada de Boneca Russa, a dupla já conseguiu fugir do constante ciclo de mortalidade que enfrentava diariamente. Mas se eles achavam que já estavam livres das artimanhas do Universo, acabaram descobrindo que era só o começo de mais uma jornada, agora com viagens no tempo via transporte público( o sonho de todos nós?), reencontro com situações vividas por seus antepassados, questões existenciais e históricas, rendendo para Boneca Russa atuações impecáveis e uma nova e sensacional trilha sonora presente também nesta 2ª temporada.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | A Princesa da Yakuza - lutas sangrentas, máfia japonesa e ancestralidade no bairro da Liberdade

4 Mins read
Baseada em uma HQ brasileira, intitulada Samurai Shirô e escrita por Danilo Beiruth, o filme A Princesa da Yakuza conta a história de Akemi( MASUMI), descendente de japoneses em sua conturbada jornada de descobertas sobre a própria ascendência. Nessa busca, encontra um homem sem memória (Jonathan Rhys Meyers)que porta uma espada katana que parece pertencer à família da jovem. A história, por vezes confusa perante os olhos dos telespectadores, determina quem Akemi é e qual será seu caminho a partir de suas descobertas. Filme regado à sangue, lutas e boas atuações, A Princesa da Yakuza abre alas para o universo cinematográfico das HQS de Beiruth em grande estilo, na esperança que as adaptações não parem por aqui.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | Metal Lords - Uma maravilhosa comédia de amor ao Metal

4 Mins read
Metal Lords, nova comédia da Netflix apresenta um ritual de iniciação e louvor ao Metal contando a história de Kevin(Jaeden Martell) e Hunther(Adrian Greensmith), dois amigos que sofrem as rejeições do ensino médio mas estão empenhados na busca da popularidade através da música, montando uma banda de metal pós trash. A iniciativa vem principalmente de Hunter, que deseja a todo custo influenciar seu melhor amigo no gosto musical e no empenho em se tornar um exímio baterista, servindo como guia e mentor de iniciação no mundo do gênero que tanto ama. A trilha sonora não poderia ser diferente, repleta de grandes sucessos de bandas do gênero como Metallica, Judas Priest, Black Sabbath entre outras. Uma comédia excelente para metaleiros e não metaleiros.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | Granizo - Uma maravilhosa comédia dramática sobre conflito de gerações, relações familiares, fama e "cancelamento"

3 Mins read
O que aconteceria na vida de um famoso meteorologista quando, após 20 anos de acertos em previsões climáticas, errasse uma previsão na noite de estreia de seu novo programa de tv? Embora a resposta seja óbvia, analisando o ocorrido sob a ótica das redes sociais e da prática constante de “cancelamentos” quando pessoas queridas cometem erros, o enredo de “Granizo” e a história de Miguel Flores vai muito além de expor o outro lado dessa prática tão comum nas mídias sociais e na sociedade. O filme “Granizo” trata conflitos de gerações relações familiares, fama e suas consequência e sobre os temidos ” cancelamentos”, se mostrando uma maravilhosa surpresa entre os lançamentos recentes da Netflix.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | A Bolha - Comédia alfineta problemáticas da indústria cinematográfica mas é menos engraçada do que pretendia ser

3 Mins read
O filme A Bolha aborda, com muito humor, a situação de muitas produções cinematográficas realizadas em época de pandemia ao contar a história de um grupo de atores que foram contratados, durante o período pandêmico sem vacinas, para filmar a sequência de uma franquia de sucesso, enquanto estivessem confinados em um hotel, nomeado pelo produtor da produção como “A Bolha”. Mas o que parecia ser uma boa ideia se torna um verdadeiro caos, o que leva a equipe e os atores a se perguntar se é mesmo possível que o filme seja finalizado. Parece drama, mas o diretor Judd Apatow conseguiu tratar do assunto com muita leveza e humor, garantindo boas risadas.
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | Não Confie em Ninguém: A Caça ao rei da Criptomoeda - documentário sobre golpe envolvendo Bitcoins serve como alerta ao público

4 Mins read
“Não Confie em Ninguém : A Caça ao rei da Criptomoeda” é o novo documentário da Netflix que conta parte da trajetória de aparente sucesso do fundador de uma plataforma de Criptomoedas , chamado Gerry Cotten, ao mesmo tempo em que se utiliza de depoimentos de vítimas do golpe arquitetado por ele para revelar a investigação paralela em grupos de Telegram e entre profissionais da imprensa para desvendar sua suposta morte. O título já adianta parte do desfecho deste e de muitos casos envolvendo investidores afoitos em busca de lucro em um mercado de plena expansão e desconfiança como o mercado das criptomoedas. Nos telejornais como na vida real das vítimas de Gerry Cotten, o conselho é sempre o mesmo: Desconfie!
Ler mais
CríticasCinema

Crítica | Amor, Sublime Amor - remake de Spielberg valoriza representatividade e apresenta musical de 1957 para novas gerações

4 Mins read
Ao escolher “reimaginar” o musical Amor, Sublime Amor( West Side Story), Steven Spielberg trouxe para si e para sua equipe a responsabilidade de honrar uma história contada na Broadway em 1957 e nas telonas em 1961, história essa livremente adaptada de um clássico Shakesperiano: Romeu e Julieta. E o diretor fez o que melhor sabe fazer, encantando a todos com o seu cuidado com o material original, sua preocupação em escolher atores e cantores nascidos em Porto Rico para que a representatividade de personagens porto-riquenhos não se mostrasse caricata e claro: deu ao musical o toque Spielberg, o toque de midas que encanta o público que ele deseja atingir.
Ler mais