fbpx
NotíciasSéries

Atriz de The Office se desculpa por participação em concurso de beleza racista

A atriz Ellie Kemper, de The Office, fez uma declaração e pede desculpas em relação à recente polêmica sobre sua participação anterior em um concurso de beleza racista.

Kemper é mais conhecida por interpretar Erin Hannon em The Office da 5ª temporada em diante.

Ela então desempenhou o papel-título em Unbreakable Kimmy Schmidt, da Netflix, uma atuação que lhe rendeu muitos elogios da crítica e atenção aos prêmios.

Kemper será vista em breve em Home Alone da Disney + como um dos principais vilões ao lado de Rob Delaney e do ator principal Archie Yates.

O histórico racista da organização do evento foi o que chamou atenção das pessoas ao verem a foto da atriz, à época com 19 anos, sorrindo no concurso.

Advertisement

O baile só permitia a participação de pessoas brancas até 1979. Mas Ellie Kemper, hoje com 41 anos, não se apoiou na pouca idade que tinha como desculpa.

“A organização centenária que sediou o baile de debutantes tinha um passado inquestionavelmente racista, machista e elitista. Eu não estava ciente da história na época, mas ignorância não é desculpa. Eu tinha idade suficiente para ter me educado antes de participar”, conta a atriz da série ‘Unbreakable Kimmy Schmidt’.

Fonte: Monet

Confira: The Office | 10 melhores episódios para aquela maratona de fim de semana

Advertisement

About author
Amante do cinema em geral, grande fã de James Bond, e estudante.
Articles
Relacionados:
NotíciasSéries

Emmy 2022 | Conheça os indicados à principal categoria da noite

2 Mins read
Os indicados ao Emmy 2022 foram revelados na última terça-feira (12) com um recorde no número de indicados à categoria de Melhor Série de Drama (a mais importante da noite). Confira agora onde assistir a cada uma delas e do que elas se tratam:
NotíciasCinema

Thor: Amor e Trovão | Filme é boicotado por cenas LGBTQIA+

1 Mins read
Apesar de ser o líder na bilheteria mundial pelo segundo final de semana consecutivo, Thor: Amor e Trovão está sendo boicotado pelo grupo cristão americano One Million Moms por “cenas de conteúdo LGBTQIA+ explícito”. O texto do grupo cita “a tensão romântica gay entre o Deus do Trovão e o Senhor das Estrelas”, “a deusa bissexual Valquíria” e o “gênero neutro” do personagem Axl.
NotíciasCinema

Lilo & Stitch | Live-action é confirmado e já tem diretor

1 Mins read
Segundo o Deadline, o já confimado pela Disney filme live-action da animação Lilo & Stitch (2002) já ganhou seu diretor e se trata de Dean Fleischer-Camp (Marcel The Shell With Shoes On). Porém, ainda não há maiores informações sobre a produção, como uma data de estreia ou se ela será lançada nos cinemas ou direto no Disney+.