fbpx
GamesCinema

A força de Star Wars Jedi: Fallen Order

Quando, na E3 2018, foi revelado que um novo jogo de Star Wars veria a luz do dia, muitos fãs ficaram reticentes. Também pudera, várias das experiências triple-A anteriores baseadas na franquia tinham um certo grau de inconsistência. A última aventura envolvendo o saudoso Starkiller havia patinado e títulos da franquia Battlefront sofriam pesadas críticas pelas microtransações. Contudo, um nome importante aparecia na produção do então vindouro game: o da Respawn Entertainment, responsável por Titanfall e mais recentemente pelo famoso Apex Legends.

Star Wars

O projeto foi definido para ganhar vida no fim de 2019 e, enquanto as pessoas esperavam, novas informações surgiam. Para surpresa de muitos, foi anunciado que elementos multiplayer e vendas dentro do jogo não estariam incluídos no produto final. Aos poucos, conhecíamos mais da trama e do protagonista, Cal Kestis. Quando o novo Star Wars foi lançado, a curiosidade enfim deu lugar a uma sensação refrescante: a de um jogo que cativou muitos dos fãs e mostrou a competência da Respawn.

Tudo começa com Cal, um padawan que foge da Segunda Irmã, poderosa guerreira do Império. Em sua jornada, o jovem e seu droide BD-1 encontram dois companheiros e o grupo embarca em uma missão que pode redefinir os rumos da galáxia. Isto é só a ponta de iceberg para uma jornada com diversas inspirações – mas que não se mostra um frankenstein. Fallen Order tem checkpoints, regeneração de vida e áreas abertas semelhantes a Dark Souls, exploração parecida — mas que vai um passo à frente — com Uncharted e um combate que lembra as prazerosas batalhas de Sekiro. Tudo isso com trilha sonora magistral e uma dublagem poderosa.

Leia também: Como Star Wars influenciou a cultura pop a partir da Jornada do Herói

O título se destaca também em como Cal paulatinamente vai se tornando mais forte. Não apenas em suas habilidades, que retornam apenas com a progressão do jogo enquanto ele se reconecta com a força, mas também em como o protagonista ganha mais confiança e cresce como personagem — mais um quesito que faz o jogo não ser esquecível. E as batalhas contra os inimigos são verdadeiramente adoráveis, especialmente nas dificuldades mais altas — você comemora ao conseguir reagir corretamente a um ataque adversário e derrubar o oponente com seu sabre de luz. As lutas contra os chefes são um espetáculo à parte. E o final… Que fanservice incrível!

Advertisement

Mas talvez o que mais torne tudo tão fantástico no jogo é sua competente ponte entre A Vingança dos Sith e Uma Nova Esperança. Cada bioma respira lore e é possível entender um pouco mais da traumática queda da República. Os flashbacks de Cal contribuem para essa ligação, além de áreas opcionais como a gigantesca nave Venator. É tudo muito orgânico, muito próprio da franquia e feito realmente com qualidade.

Um novo caminho para futuros jogos de Star Wars

A competência da Respawn foi retribuída pelo público: mais de 10 milhões de cópias foram vendidas, o que decerto abre possibilidades para uma possível sequência. A EA já se manifestou no ano passado, acenando para o jogo ser o primeiro passo de uma série de títulos comuns. Resta vermos como isso irá se desenrolar, mas o futuro é promissor. Estamos todos ansiosos para ver um pouco mais de Cal e companhia no universo de Star Wars.

Fallen Order está disponível para PS4/PS5, Xbox One/Series e PC. É importante lembrar que o título recebeu uma recente atualização para a próxima geração de consoles.

About author
21 anos de muito amor às letras. Estudante de direito e gamer nas horas vagas.
Articles
    Relacionados:
    NotíciasCinema

    Cruella | Depois de Scarlett Johansson, Emma Stone pode processar a Disney pelo mesmo motivo

    1 Mins read
    “Cruella” teve a mesma estratégia de lançamento que “Viúva Negra”: cinemas e streaming.
    NotíciasCinema

    O Oscar vem aí? Assista ao trailer de "Casa Gucci" com Lady Gaga, Jared Leto e Adam Driver

    1 Mins read
    Com estreia marcada para 27 de janeiro de 2022, no Brasil, “Casa Gucci” é um projeto dirigido pelo premiado cineasta Ridley Scott em parceria com o estúdio MGM.
    NotíciasCinema

    “The Menu” | Nicholas Hoult se junta a Anya Taylor-Joy no elenco

    1 Mins read
    O filme será uma comédia ácida e ainda não tem data de estreia. O veículo “The Hollywood Reporter” anunciou com exclusividade que…